PUBLICIDADE
Topo

Filme da Suzane Richthofen: Saiba em 1 minuto o que é verdade no longa

Colaboração para Splash, em São Paulo

02/10/2021 04h00

Lançado pela Amazon Prime na semana passada, os filmes "A Menina que Matou os Pais" e "O Menino que Matou Meus Pais" retratam o caso Suzane Von Richthofen pela perspectiva dela, interpretada por Carla Diaz, e seu namorado, Daniel Cravinhos (Allan Souza Lima).

O crime aconteceu em 2002, então o público tem se perguntado o que é real na história.

Ju Cassini fez um vídeo e explicou em um minuto quais pontos são verdade:

A Suzane choca o tribunal dizendo que o dia do assassinato dos pais dela tinha sido um dia normal. Isso tá 100% correto.

Nesse dia ela tinha almoçado com a mãe dela e levou o irmão dela no inglês. Ela seguiu a rotina dela sem dar indício nenhum do que aconteceria.

O abuso dos pais da Suzane também é questionável. Daniel afirmava que ela era abusada e agredida pelo pai, mas o irmão de Suzane disse que ele não tinha um comportamento violento e a defesa também não queria focar no abuso, porque isso seria um motivo para ela matar os pais dela

Quem viu os filmes também viu a abordagem sobre o uso de drogas do casal, e segundo os relatos, Suzane falou a verdade ao dizer que elas eram fornecidas pelo então namorado.

O irmão dela apontou que o Daniel chegava com as drogas.