PUBLICIDADE
Topo

Aline Ramos: saída de Rede Globo pode ser 'tiro no pé' para atores

Colaboração para Splash, em São Paulo

28/09/2021 14h45

Neste ano, diversos atores deixaram a estabilidade de seus contratos na Rede Globo para se aventurarem em plataformas de streaming.

O último a anunciar a saída foi o Lázaro Ramos, depois de 18 anos na emissora.

Para Aline Ramos, colunista do UOL, o motivo desse êxodo dos artistas da emissora é a ausência de liberdade criativa:

A Globo quis flexibilizar o modelo de contrato de trabalho, algo que o país inteiro viveu, só que não deu nenhum benefício quando mudou esse modelo, que é o de criar mais coisas, atuar, dirigir, ter projetos diferentes.. É muito como estamos: liberando, mas ainda engessado, ainda na estrutura de sempre.

Quando se fala sobre o alcance das plataformas de streaming, analisa-se somente o ponto positivo. No entanto, Ramos alerta sobre o deslumbre:

Algo que me chama atenção de ser tentador nas plataformas de streaming porque vai aparecer em mais de 190 países é que pode ser uma cilada.

O que a pessoa produzir pode mal ser visto no Brasil e diga lá se vai ser em outros países, então pode ser um tiro no pé. Tem que ser muito bom

Um case que muita gente deve admirar é o da própria Larissa Manoela. O filme 'Modo Avião' na Netflix é um sucesso absurdo, tá entre o top 10 de títulos da Netflix mais vistos no mundo.

Agora a referência pra esse pessoal é a Larissa Manoela.

Marcelle Carvalho, colunista de Splash, ressaltou que os atores querem poder criar.

Hoje a palavra é a liberdade que esses artistas estão ganhando ao migrar para o streaming