PUBLICIDADE
Topo

Cartas raras de Pokémon que seriam vendidas por R$ 2,1 milhões eram falsas

Momento no qual as cartas de Pokémon são reveladas no vídeo do canal de Youtube Dumb Money  - Reprodução/Dumb Money/Twitter
Momento no qual as cartas de Pokémon são reveladas no vídeo do canal de Youtube Dumb Money Imagem: Reprodução/Dumb Money/Twitter

Colaboração para o UOL, em São Paulo

29/10/2020 14h40

Uma aquisição de cartas colecionáveis raras, da primeira edição de "Pokémon", acabou se revelando uma decepcionante e quase custosa farsa em um vídeo compartilhado pelo canal de Youtube Dumb Money, na terça-feira (27). O youtuber Chris Camillo havia separado R$ 2,1 milhões pagar pagar no lote (sério), mas por pouco não os comprou, após perceber que eram falsos.

Chris preferiu ser prevenido e avaliou as cartas junto a outros fanáticos pela marca "Pokémon", evitando assim que caísse em um enorme engano. O pagamento pelos cards seria feito em espécie, com notas de US$ 100.

Só que, quando o investidor e colegas abriram a caixa com o rótulo "Gotta Catch' Em All " (slogan importado para o Brasil como "temos que pegar"), surgiram várias suspeitas. A começar pela cor diferenciada de alguns cards. Até o que o veredicto foi dado: não eram cartas originais da primeira edição.

Um dos fãs presentes diz no vídeo, incrédulo: "Vou ligar para os vendedores ... o dinheiro terá que ser pedido volta". Outro concorda e também comenta o absurdo da situação. "Uau. Esta é uma caixa lacrada! Isso é inaceitável", diz.

A confusão foi que havia na embalagem alguns cartões falsos ou que não valiam o valor da venda, embora algumas das cartas fossem realmente raras e legítimas.

Os vendedores responsáveis pelo desastre eram chefiados por Jake Greenbaum, um empreendedor blockchain conhecido no Twitter como "JBThe Crypto King". A reputação do negociante ficou em risco após o ocorrido, segundo ele mesmo admitiu ao jornal britânico The Sun.

"A quantidade de influência e respeito que vou perder por vender uma caixa que acabou sendo falsa, vai ser enorme", disse ele, que planeja renegociar com o youtuber comprador uma nova caixa com cartas raras e autênticas.

O dono do canal Dumb Money, de acordo com o site Daily Mail, queria adquirir os cards verdadeiros para lucrar com as raridades e vendê-los mais tarde, doando o dinheiro para instituições de caridade.

O youtuber tinha observado o mercado de trocas de cards de "Pokémon" crescer recentemente, movimentado por grande nostalgia. Isso pois as cartas remetem à série de games fundada pelo designer de jogos Satoshi Tajiri, que lançou a linha sob o nome inicial de "Pocket Monsters", no Japão, em 1995.

Somente dois anos depois, "Pokémon" estreou como série de TV em 1997.