PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Alemã é protagoniza do último dia dos Jogos Equestres com ouro no salto

23/09/2018 19h11

Álvaro Blanco.

Tryon (EUA), 23 set (EFE).- A vitória da jovem Simone Blum na prova individual de salto garantiu a Alemanha a primeira colocação no quadro de medalhas dos Jogos Equestres Mundiais, que se encerraram neste domingo na cidade de Tryon, nos Estados Unidos.

A amazona, de 28 anos, foi protagonista absoluta na final de hoje, não só mantendo a distância na pontuação que tinha para os adversários, como conseguindo passar duas vezes pelo percurso sem cometer erros.

No fim, Blum conquistou o ouro com 3,47 pontos de penalização e foi seguida por dois suíços, Martin Fuchs, que ficou com a prata com 6,68 pontos, e Steve Guerdat, dono do bronze após acumular 8 pontos cravados.

A alemã, que já havia alcançado a terceira colocação na prova por equipes, afirmou em entrevista coletiva que o domingo foi um "dia incrivelmente perfeito" para ela.

Com a vitória de Blum, a Alemanha terminou os Jogos na liderança do quadro de medalhas, com seis ouros, duas pratas e nove bronzes. Logo atrás veio a Holanda, com cinco ouros, três pratas e dois bronzes. O Reino Unido fechou o 'top-3', com quatro ouros, duas pratas e dois bronzes.

O brasileiro Pedro Veniss abandonou a final individual de saltos devido lesão do cavalo Quabri de l'Isle, sofrida ainda na sexta-feira, durante as provas de qualificação. O cavaleiro tinha remotas chances de conquistar medalhas, por isso, preferiu não agravar a situação do animal.

Na prova de atrelagem por equipes, os Estados Unidos confirmaram o favoritismo, depois da disputa das duas primeiras provas, de adestramento e maratona, hoje arrebataram o ouro com o desempenho nos cones, fechando a disputa com 353,39 pontos de penalização.

O time dos anfitriões foi formado por James Fairclough, Misdee Wrigley-Miller e Chester Weber. A Holanda ficou com a prata, com 356,79 pontos, seguida pela Bélgica, que subiu ao pódio com 364,09 pontos.

Na competição individual de atrelagem, o australiano Boyd Exell se sagrou tricampeão mundial, repetindo os títulos conquistados nas edições de 2010 e 2014, ao terminar a disputa com 0,53 pontos de penalização.

A prata ficou com o americano Chester Weber, com 2,77 pontos, seguido pelo belga Edouard Simonet, com 2,83.

A oitava edição dos Jogos aconteceu no Centro Equestre Internacional de Tryon, cidade localizada na Carolina do Norte. Desde o dia 11 de setembro, cerca de mil cavaleros e amazonas participaram das provas, assim como 850 cavalos, aproximadamente.

Esporte