PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Lenda do soul cantará hino nacional dos Estados Unidos no Super Bowl

Glayds Knight se disse "orgulhosa de usar minha voz para unificar e representar nosso país" no jogo em Atlanta, sua cidade natal - Frazer Harrison/Getty Images North America/AFP
Glayds Knight se disse 'orgulhosa de usar minha voz para unificar e representar nosso país' no jogo em Atlanta, sua cidade natal Imagem: Frazer Harrison/Getty Images North America/AFP

Da AFP, em Nova York

17/01/2019 18h59

A lenda do soul Gladys Knight cantará o hino nacional norte-americano no Super Bowl, jogo que decide o campeão da temporada da National Football League (NFL), no dia 3 de fevereiro, em Atlanta, sua cidade natal.

O tema gerou polêmica devido à escolha da banda Maroon 5 - grupo californiano majoritariamente branco - para o show do intervalo da partida em uma cidade considerada um templo da música negra.

O rapper Travis Scott, que é negro, também se apresentará no intervalo.

Segundo a imprensa americana, artistas como Rihanna recusaram o convite da NFL para se apresentar no evento em solidariedade ao jogador Colin Kaepernick, sem time desde a temporada de 2016/2017 por se ajoelhar no chão durante o hino americano em denúncia à violência policial contra os negros - um gesto criticado pelo presidente Donald Trump.

"Estou orgulhosa de usar minha voz para unificar e representar nosso país em minha cidade natal de Atlanta", afirmou Knight, de 74 anos, em um comunicado divulgado pela NFL.

Esporte