PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Levir minimiza discussão entre atletas após derrota no clássico: "É normal"

Do UOL, em São Paulo

28/10/2017 19h51

A derrota por 2 a 1 no clássico contra o São Paulo neste sábado (28) mexeu com os ânimos no Santos. Após a partida, os jogadores do time alvinegro chegaram a se estranhar no vestiário. Apesar do clima quente, o técnico Levir Culpi minimizou a situação e disse que o episódio "não é raro" no futebol.

"Cansei de ver jogadores reclamando e discutindo em vitória ou derrota depois dos jogos. É normal, não é muito raro. Depois de vitórias já entrei no vestiário e tava um quebra-pau", afirmou o treinador na entrevista coletiva. Durante a partida, o zagueiro David Braz e o atacante Bruno Henrique chegaram a discutir ainda dentro de campo. 

Vale lembrar que as últimas semanas foram turbulentas na Vila Belmiro. Alvo de críticas e ameaças da torcida, o lateral Zeca pediu rescisão do vínculo com Santos. Além disso, diretoria santista chegou a demitir o técnico Levir Culpi, mas depois voltou atrás na decisão. A derrota neste sábado, no entanto, foi a gota d'água, e Levir acabou demitido de vez do clube.

Com o revés, o Santos se complicou na tentativa de se aproximar do líder do Campeonato Brasileiro. A equipe ocupa a terceira colocação, com 53 pontos - seis a menos que o Corinthians, que enfrenta a Ponte Preta na sequência da rodada.

O próximo compromisso do Santos é no próximo sábado (4 de novembro) contra o Atlético-MG, na Vila Belmiro.

Esporte