PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Feliz com temporada, Massa bate em críticos: "Não sabem o que falam"

Felipe Massa e Lance Stroll no paddock de Suzuka, no Japão - Clive Mason/Getty Images
Felipe Massa e Lance Stroll no paddock de Suzuka, no Japão Imagem: Clive Mason/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, na Cidade do México (MEX)

26/10/2017 18h20

Felipe Massa está no México, se preparando para a antepenúltima etapa do campeonato da Fórmula 1 ainda sem saber se está fazendo uma de suas últimas corridas na categoria ou se apenas está terminando sua 15ª temporada. Porém, seja qual for a decisão da Williams, que ainda avalia quem será o companheiro de Lance Stroll ano que vem, o piloto brasileiro deixou claro ao UOL Esporte que está contente com seu trabalho.

“Estou preparado para continuar porque eu gosto e sinto que estou fazendo um bom trabalho. Mesmo que a gente às vezes leia bobeiras na imprensa, vindas de gente que nem sabe o que está falando”, disse Massa, aproveitando para criticar a postura da imprensa em relação a sua temporada.

“Fiz um ano muito bom, independente da pontuação. Muitas vezes as pessoas só olham a pontuação, mas não veem as diferenças em classificação, corridas como em Baku, onde eu poderia até ter vencido, ou na Rússia, quando tive um pneu furado quando estava 18s na frente do sétimo, ou em Barcelona, quando fiz uma largada incrível e o Alonso tocou no meu pneu, caso contrário poderia ter chegado em quarto com o ritmo em corrida. Isso, a imprensa não vê.”

Massa está em décimo lugar e tem 36 pontos na temporada, quatro a mais que o companheiro Stroll. Pouco menos da metade dos pontos do canadense (15 dos 32), contudo, vem do terceiro lugar justamente em Baku, quando Massa teve um problema no amortecedor de sua Williams quando andava entre os primeiros.

“Estou muito feliz com meu campeonato e com a maneira como estou guiando e isso me dá a chance de poder continuar. Agora, só vou seguir aqui se tiver uma equipe que me queira e me respeite da maneira como eu quero.”

Sobre seu futuro, Massa acredita que não há muito mais o que dizer. O piloto espera uma decisão da equipe para os próximos dias.

“Estamos em contato e talvez eu já tenha dito o suficiente. Vou continuar trabalhando dentro da equipe e logo teremos uma decisão.”

O GP do México tem treinos livres a partir das 13h desta sexta-feira pelo horário de Brasília e largada às 17h do domingo.

Fórmula 1