PUBLICIDADE
Topo

Por crise de chips, Toyota obriga compradores a não revenderem Land Cruiser

Toyota Land Cruiser - Divulgação
Toyota Land Cruiser Imagem: Divulgação

Do UOL

Em São Paulo (SP)

03/08/2021 13h25

A Toyota está exigindo a assinatura de um termo de compromisso para a compra da nova versão do SUV Land Cruiser no Japão. Visando limitar a revenda, a marca que usar o acordo - que não tem limite de tempo - para confirmar que cada carro encomendado é uma compra genuína.

Isso ocorre após o novo Land Cruiser 300 Series obter uma grande demanda no país, com mais de 22 mil pedidos. Em meio à crise de chips semicondutores, a marca crê que sua oferta de carros possa ser limitada, principalmente após anunciar nesta semana que sua fábrica em Tahara e duas linhas em sua fábrica afiliada em Yoshiwara seriam paradas.

As duas instalações são responsáveis pela montagem do Toyota Land Cruiser.

"Uma vez que queremos priorizar os clientes que compraram um Land Cruiser porque amam o modelo, em vez daqueles que compram para revenda ou para exportação do Japão, estamos solicitando a confirmação dos pedidos dos clientes com nossos revendedores", disse a Toyota ao site CarScoops.

Em outra afirmação, feita ao site japonês Creative311, a marca foi mais fundo e confirmou suas preocupações.

A montadora disse: "nós e nossos revendedores compartilhamos o compromisso de evitar que nossos produtos sejam exportados para uso não autorizado".

Não está claro como a marca irá lidar com alguém que possa desonrar o acordo. Informações não confirmadas dão conta de que a Toyota poderia penalizar a revendedora que realizou a transação e impedir o comprador de futuras transações com a montadora.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.