Topo

Relacionamentos

Economize em terapia: 9 frases de psicólogos famosos que fazem pensar

Dominar instintos é um dos passos para ser livre - iStock
Dominar instintos é um dos passos para ser livre Imagem: iStock

Beatriz Santos e Carolina Prado

Em colaboração para Universa

20/07/2018 17h22

Falta de confiança em si mesmo, dificuldade nos relacionamentos, medo de mudar... pensadores de todos os tempos refletiram sobre essas questões e cunharam frases célebres, que permanecem atuais até hoje. Veja algumas delas, comentadas por psicólogos contemporâneos.  

“Conhecer a sua própria escuridão é o melhor método para lidar com a escuridão dos outros”

Carl Jung

Tomar conhecimento das nossas próprias dificuldades nos ajuda a compreender as limitações das pessoas com quem convivemos e a desenvolver a empatia – que é a capacidade de se colocar no lugar do outro. “Essa reflexão traz uma excelente oportunidade de nos tornarmos mais humildes”, diz o psicólogo e professor universitário Luiz Francisco Jr. Para a psicóloga e pesquisadora do Hospital das Clínicas de São Paulo, Carla Salcedo, vivemos em um mundo de aparências, o que favorece o surgimento de conflitos e preconceitos. “Se nos aceitássemos como somos, seríamos mais íntegros e pacíficos. Automaticamente, estabeleceríamos relações mais saudáveis e construtivas com os outros”, afirma.

“O desaparecimento de um sentido de responsabilidade é a consequência mais extensa da submissão à autoridade”

Stanley Milgram

A submissão, geralmente, conduz a uma zona de conforto, porém, também nos torna mais frágeis e passivos a todo o tipo de manipulação. “Essa frase nos alerta para o risco que assumimos, ainda que nem sempre de forma consciente, ao nos isentarmos de nossa responsabilidade sobre os fatos que influenciam a nossa vida, nos colocando numa perene condição de subserviência”, analisa Francisco Jr.

“O homem que não sabe dominar os seus instintos é sempre escravo daqueles que se propõem satisfazê-los”

Gustave Le Bon

Saber lidar com nossas emoções e sentimentos nos tornará mais maduros, logo, livres. “Tem muita gente que, por medo da rejeição, se torna escravo do amor que o outro lhe dedica, sem levar em conta aquilo que realmente poderia lhe trazer uma sensação de plenitude”, exemplifica Carla.


“Não podemos mudar, não podemos nos afastar do que somos enquanto não aceitarmos profundamente o que somos”

Carl Rogers

De acordo com a psicóloga Carla Salcedo, para conseguirmos encontrar um caminho de paz interior e saúde emocional, é necessário investir na autoestima. “Antes mesmo de pensarmos em mudar, temos que aprender a aceitar nossas qualidades e nossas necessidades particulares”, diz. “Não há mudança se não formos capazes de nos reconhecermos como somos. Esse é o primeiro passo”, complementa Francisco Jr.

“Confiar em si mesmo não garante o sucesso, mas não fazê-lo garante o fracasso”

Albert Bandura

“Se nos vemos em uma condição existencial inferior, possivelmente isso nos levará a cumprir esse papel de alguém que sempre deixa a desejar”, explica o psicólogo Luiz Francisco Jr. Ele sugere que, em vez disso, foquemos em construir, com base em dados e em feedbacks de pessoas confiáveis, uma percepção realista sobre nós mesmos. “Estamos falando, também, de motivação, pois quem não acredita em si não toma as atitudes que são essenciais ao seu progresso”, completa a psicóloga clínica Agnes Siqueira.

"Quando a dor de não estar vivendo for maior do que o medo da mudança, a pessoa muda"

Sigmund Freud

O medo da mudança responde, muitas vezes, por um processo de estagnação – seja no campo pessoal ou profissional. E só saímos dessa condição quando ela gera um sentimento de insatisfação tão intenso, que chega a ser quase impossível de suportar.  “Uma pessoa que odeia o trabalho que tem, mas fica com medo de sair e não conseguir um outro emprego é um exemplo de alguém estagnado. Mas o dia em que ficar insuportável essa dor, ela conseguirá mudar e procurar algo melhor”, explica a psicóloga com especialização em neuropsicologia, Marcella Bianca.


"O autoconhecimento tem um valor especial para o próprio indivíduo. Uma pessoa que se tornou consciente de si mesma, por meio de perguntas que lhe foram feitas, está em melhor posição de prever e controlar seu próprio comportamento"

BurrhusSkinner

O autoconhecimento é uma das bases da Psicologia. “Ele é essencial para tomarmos decisões mais saudáveis. Quanto mais nos conhecemos, mais nos controlamos emocionalmente, qualquer que seja a situação externa”, explica Marcella.

"Não devemos permitir que as percepções limitadas de outras pessoas nos definam"

Virginia Satir

Cada um de nós analisa as situações a partir de seus próprios pontos de vista. E faz isso baseando-se nas experiências vividas até ali. Por isso, diante de um feedback negativo, vale refletir. “Muitas vezes, quando alguém nos diz que algo que nós queremos é impossível, isso não passa de uma opinião pessoal e não necessariamente corresponde à realidade. E a percepção de cada um é diferente”, afirma Marcella.

“É melhor que você aja e passe alguma coisa em vez de ficar parado esperando sentir algo para, então, agir”

Jerome Bruner

Vale a pena refletir e pesar prós e contras antes de tomar uma decisão importante. Mas, em muitas das situações cotidianas, não temos muito a perder e, mesmo assim, hesitamos. “Na maior parte dos casos, o maior risco que corremos é receber um ‘não’. E o ‘não’ a gente já tem. Então, por que não arriscar?”, diz Agnes.

Mais Relacionamentos