PUBLICIDADE
Topo

HSBC proíbe clientes de comprar ações da MicroStrategy por causa do bitcoin

12/04/2021 17h53

Por Tom Wilson

LONDRES (Reuters) - O HSBC proibiu os clientes de sua plataforma de negociação de ações online de comprar ou mover para suas contas ações da empresa MicroStrategy, mostroua uma mensagem vista pela Reuters, chamando-a de produto de moeda virtual.

O banco não facilitará a compra ou troca de produtos relacionados ou que se referem ao desempenho de moedas virtuais, disse a mensagem a um cliente da plataforma HSBC InvestDirect.

A MicroStrategy não quis comentar o caso. A empresa de software de negócios é liderada por Michael Saylor, entusiasta do bitcoin, no qual tem bilhões de dólares investidos.

Embora o HSBC permita a posse, venda e transferência de ações da MicroStrategy, o banco banirá novas compras ou transferências, diz a mensagem de 29 de março.

"O HSBC não deseja uma exposição direta a moedas virtuais e tem tolerância limitada para facilitar produtos ou títulos que derivam seu valor de moedas virtuais", diz o HSBC em comunicado.

A plataforma HSBC InvestDirect é aberta para clientes em países como Canadá e Grã-Bretanha. O banco disse que sua política para criptomoedas, de 2018, está em revisão.

A ação ocorre em meio à adoção crescente de criptomoedas por grandes empresas do setor financeiro e investidores que buscam rendimento em um mundo de taxas de juros ultra baixas.

A MicroStrategy, junto com a Tesla e a empresa de pagamentos Square, tornou-se uma das empresas americanas listadas a comprar grandes quantidades de bitcoin para sua tesouraria.