Topo

Bill e Melinda Gates anunciam separação após 27 anos

Lucas Carvalho

De Tilt, em São Paulo

03/05/2021 17h48Atualizada em 03/05/2021 20h38

Os bilionários filantropos Bill e Melinda Gates anunciaram hoje, em uma nota compartilhada ao mesmo tempo no perfil de cada um no Twitter, que decidiram se separar após 27 anos juntos.

"Após uma longa reflexão e muito trabalho no nosso relacionamento, tomamos a decisão de terminar nosso casamento", diz o ex-casal em nota. "Vamos continuar trabalhando juntos, mas não acreditamos mais que podemos crescer juntos como um casal nesta próxima etapa de nossas vidas."

Sem abrir mão de suas posições na Fundação Bill & Melinda Gates, onde atuam como presidentes do conselho de administração e diretores da organização sem fins lucrativos criada por eles em 2000, eles pedem também, em nota, "espaço e privacidade para a nossa família enquanto começamos a navegar esta nova vida".

Bill Gates casou-se com Melinda French em 1994. Ele era presidente da Microsoft, gigante da tecnologia que ele fundou em 1975. Ela era gerente geral de produtos de informação na Microsoft, onde trabalhava desde 1987, começando como gerente de marketing. Eles têm três filhos juntos: Jennifer, Phoebe e Rory Gates.

Em 2019, em uma entrevista ao jornal britânico The Times para promover seu livro, "O momento de voar - Como o empoderamento feminino muda o mundo", ela revelou qual era o segredo para manter um casamento que, à época, acabava de completar 25 anos: paciência. "Ele [Bill] precisa de algum treinamento nisso, ele mesmo diria".

No documentário "O Código Bill Gates", lançado em 2019 na Netflix, Melinda revela que, antes de se casar, Bill fez uma planilha com prós e contras em uma lousa em seu escritório. Seus pais também eram parceiros de negócio e, segundo Melinda, Bill tinha receio de não conseguir balancear a vida de casal com suas obrigações na Microsoft.

Melinda deixou a Microsoft em 1996. Bill continuou como presidente executivo até 2000, quando passou o cargo para Steve Ballmer e continuou como conselheiro. O casal deixou definitivamente o conselho administrativo da Microsoft em 2020 para focar nos trabalhos da Fundação Bill & Melinda Gates contra a pandemia de covid-19.

Dividindo a fortuna

Segundo o ranking global de bilionários da revista norte-americana Forbes, Bill Gates é o quarto homem mais rico do mundo, com fortuna avaliada em US$ 124 bilhões, incluindo o patrimônio de Melinda, cujo valor total é um mistério. De acordo com sua declaração de impostos, a Fundação Bill & Melinda Gates administra US$ 50 bilhões em receitas.

O ex-casal ainda é dono de 1,37% das ações da Microsoft, mas lideram, desde 2010, uma iniciativa com o objetivo de doar mais da metade de suas fortunas até o fim da vida. Eles não revelaram publicamente como vão dividir o dinheiro.

Em 2019, um outro divórcio envolvendo muita grana fez barulho no mercado da tecnologia. Foi o de Jeff Bezos, fundador da Amazon, e MacKenzie Scott.

Ela, que também é filantropa e administra a organização sem fins lucrativos Bystander Revolution, contra o bullying online, teria ficado com US$ 38 bilhões em ações da Amazon, tornando-a uma das mulheres mais ricas do mundo. Jeff atualmente lidera o ranking dos homens mais ricos.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Bill e Melinda Gates anunciam separação após 27 anos - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL


Fique por dentro