PUBLICIDADE
Topo

Este caso mostra por que você nunca deve postar ingressos em redes sociais

Quer postar fotos de ingressos e tíquetes nas redes sociais? Melhor pensar de novo - Getty Images
Quer postar fotos de ingressos e tíquetes nas redes sociais? Melhor pensar de novo Imagem: Getty Images

Helton Simões Gomes

Do UOL, em São Paulo

29/10/2018 15h53

Se você ainda tinha dúvidas sobre postar ou não a foto de ingressos nas redes sociais, este caso vai mostrar por que essa não é nem de longe uma opção segura. Uma simples publicação no Instagram rendeu a um norte-americano algumas curtidas e um prejuízo equivalente a R$ 2.400 mil.

Aconteceu nos Estados Unidos, mas a situação vale de alerta também para o Brasil, afinal os tíquetes para shows e eventos esportivos por aqui também estampam o número de série, código de barras e QR code, que são as informações visadas por golpistas.

VEJA TAMBÉM:

A vítima da vez foi Robbie Johnson, instrutor escolar de 28 anos. Fã de baseball, ele foi assistir ao segundo jogo da final da liga norte-americana, a World Series, entre Boston Red Sox, seu time do coração, e Los Angeles Dodgers. Ao chegar ao guichê com sua irmã, foi informado que seus ingressos já haviam sido scaneados, ou seja, alguém usara os dois cupons para entrar no estádio.

Está seguro? Veja como ficar mais protegido online

Leia mais

"Eu fui ao serviço de tíquete e lá fui informado que o tíquete havia sido usado duas antes de eu chegar lá", disse Johnson ao canal de TV Boston 25 News.
O que aconteceu foi que ele postara dias antes no Instagram uma foto dos tíquetes. A imagem mostrava claramente o código de barras e o número único dos bilhetes.

As companhias de tíquete já alertam que clientes não exibam ingressos em redes sociais.

Você até pode postar seu tíquete, desde que tenha certeza de cobri-lo - o código de barras principalmente e até a localização do seu assento

April Martin, gerente da gerenciadora de tíquetes Ace Tickets

VEJA TAMBÉM:

O conselho vale para:

  • Ingressos para shows, eventos esportivos
  • Passagens aéreas
  • Tíquetes para cinema

Os ingressos pagos por Johson e que foram usados por outra pessoa custaram US$ 650 (R$ 2,4 mil). Mesmo depois de ter arcado com esse prejuízo, você acha que ele voltou para casa e foi ver o jogo na TV? Não, ele ainda desembolsou mais US$ 450 (R$ 1.665) e comprou novos ingressos.

"Nós estamos muito empolgados com isso, nunca fui a uma World Series e isso sempre foi o sonho das nossas vidas", afirmou.