Topo

Correios devem acumular R$ 90 mi com taxa, e Procon exige esclarecimentos

Correios passou a cobrar R$ 15 para entrega de encomendas internacionais - Getty Images/iStockphoto
Correios passou a cobrar R$ 15 para entrega de encomendas internacionais Imagem: Getty Images/iStockphoto

Bruna Souza Cruz

Do UOL, em São Paulo

31/08/2018 11h26

Quem fez uma compra online no exterior nesta semana talvez nem esteja sabendo, mas vai ter que pagar uma nova taxa aos Correios para que a encomenda seja entregue. A regra foi determinada pelo órgão na segunda-feira (27) e vale até mesmo para compras feitas antes dessa data.

Se o usuário não pagar a taxa de R$ 15, o produto retornará ao país de origem. A mudança provocou a insatisfação de muitas pessoas e até o Procon do Rio de Janeiro se pronunciou afirmando que vai investigar a decisão e exige esclarecimentos que justifique a nova taxa.

“A empresa deverá explicar a implantação da cobrança e a sua fundamentação legal, explicar o que é o despacho postal que dá nome à taxa, apresentar a planilha de custo que justifique o valor de R$ 15 e informar se o consumidor foi avisado previamente sobre a cobrança”, declarou o Procon, em nota. O prazo para o retorno dos Correios é de 15 dias úteis.

Durante o anúncio sobre a mudança, os Correios afirmaram que o aumento no fluxo de importações resultou em mais investimentos para a prestação do serviço. Por isso, a cobrança será necessária.

Calcula-se que com a nova taxa de R$ 15 por encomenda os Correios possam somar R$ 90 milhões por mês, considerando um mês com 20 dias úteis. De acordo com a Agência Brasil, as entregas variam em média de 100 mil a 300 mil objetos por dia.

“O valor arrecadado com a cobrança será destinado a custear a estrutura necessária ao desembaraço alfandegário, um custo que estava sendo embutido em outros serviços”, afirmou o presidente da empresa estatal, Carlos Roberto Fortner.

Outro argumento de Fortner é que com a melhoria na prestação dos serviços a entrega dos produtos será mais rápida.

Como pagar a nova taxa para receber sua encomenda

Mesmo com os pedidos de esclarecimentos, a nova taxa está em vigor e deve ser paga para que o produto comprado no exterior seja entregue.

O pagamento é obrigatório e vale também para produtos que foram comprados há algum tempo, mas que ainda estão em trânsito (no país de origem ou no Brasil).

Para isso, siga o passo a passo abaixo para receber sua encomenda:

O pagamento dos R$ 15 reais por encomenda deve ser feito pela internet.

Primeiramente, acesse o link de rastreamento da encomenda. Quando a página abrir, digite o seu CPF/CNPJ ou o código de rastreamento da encomenda (com 13 dígitos). O sistema vai avisar se o seu produto foi tributado pela Receita Federal ou não.

Caso o produto tenha sido liberado sem tributação da Receita Federal, uma tela com informações sobre o processo de entrega vai surgir, com destaque para um status de “Aguardando pagamento”.

Todo o histórico da sua encomenda vai aparecer na página. Observe que no final da tela, aparece um botão escrito “Pagar”.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Selecione e siga os demais passos exibidos para fazer o pagamento, como pagar com cartão de crédito ou gerar um boleto.

Lembre-se que é preciso ter um perfil cadastrado no site dos Correios (no idCorreios). Depois disso, é só finalizar o processo.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Caso tenha sido tributado, você precisa acessar primeiro o ambiente de importações dos Correios.

Entre com o seu login e senha e, em seguida, faça uma pesquisa pelo código da sua encomenda.

Procure o ícone com o $ desenhado e selecione para gerar a guia de pagamento, com opções para boleto e cartão.

O link para o pagamento em qualquer uma das opções ficará disponível por 30 dias. Depois disso, o produto retornará ao país de origem.

Só Tilt Salva! Dicas para você aproveitar muito seu celular

Confira nossa página

Mais Tilt