PUBLICIDADE
Topo

Microsoft atualiza tablet Surface Pro e enfrenta MacBook com Surface Book

Do UOL, em São Paulo

06/10/2015 12h47Atualizada em 06/10/2015 16h05

A Microsoft lançou nesta terça-feira (6), em Nova York, o Surface Pro 4, nova versão de seu híbrido de tablet e computador voltado para a produtividade. A grande novidade, porém, veio a seguir, com o anúncio do Surface Book, um novo tablet com teclado destacável e configurações mais poderosas, que possibilitam fazer dele o substituto definitivo para notebooks.

Apesar da Apple ter lançado neste ano um produto similar, o iPad Pro, a apresentação da Microsoft focou mais diretamente na comparação do Surface Book com o notebook MacBook Pro. Segundo a empresa, seu novo híbrido é duas vezes mais rápido que o MacBook. É também o primeiro computador desenvolvido inteiramente pela Microsoft, que historicamente assinava o Windows, enquanto outras fabricantes produziam os PCs e laptops que recebiam o sistema.

Anunciado como o "PC fino mais poderoso já feito", o Surface Book é equipado com a sexta geração dos processadores Core i5 ou i7 da Intel. Possui tela de 13,5 polegadas (267 pixels por polegada, 6 milhões de pixels).

Com corpo em metal magnésio, duas portas USB, entrada para cartão de memória SD, trackpad com cinco pontos de multitoque, sua espessura é de apenas 7,7 milímetros, de acordo com Panos Panay, vice-presidente do Surface na Microsoft. O site oficial da Microsoft, no entanto, diz que a espessura é de 13 milímetros só o tablet, e 22,8 milímetros com teclado.

Seu teclado apresenta retroiluminação, digitação silenciosa e uma dobradura que permite virar a tela para trás ou dobrá-la em vários ângulos. Na performance de vídeo, o GPU Geforce da Nvidia apresenta alta velocidade e não compromete a bateria, com 12 horas de autonomia. A caneta stylus, para desenhar e escrever na tela, possui 1.024 pontos de precisão.

O Surface Book custará a partir de US$ 1.499 (cerca de R$ 5.770) nos EUA, em versões com 128, 256, 512 GB ou 1 TB de armazenamento, além de 8 ou 16 GB de memória RAM. Estará em pré-venda a partir desta quarta (7) e disponível no mercado a partir do dia 26.

Surface Pro 4

A linha Surface Pro, que consiste de tablet com Windows e capa especial com teclado, surgiu em 2013, mas devido a diversas limitações, como peso grande, preço alto e pouca disponibilidade no mercado, só emplacou nos EUA a partir de sua terceira versão. No Brasil ainda não foi lançado nenhum modelo até agora.

Já o Surface Pro 4, que deverá vir com o Windows 10 de fábrica, traz em sua atualização tela de 12,3 polegadas e a sexta geração dos chips Intel Core M3, i5 e i7, dependendo do modelo. Na prática, diz a Microsoft, isso é 30% mais rápido que o Surface Pro 3 e 50% mais veloz do que o MacBook Air, da Apple.

Outras especificações do Pro 4 são: 4, 8 ou 16 GB de memória RAM; armazenamento de 128, 256, 512 GB ou 1 TB; quatro portas USB 3.0, duas portas para monitor com resolução 4K e Ethernet para cabos de rede. O peso varia de 766 a 786 gramas, enquanto a bateria dura até nove horas de reprodução de vídeo.

Seu teclado-capa Type Cover foi reformulado e agora possui um leitor de impressão digital, além de opções de cinco cores. Também equipado de fábrica com caneta stylus e um armazenamento magnético para acoplar ao tablet, o Surface Pro 4 custará a partir de US$ 899 (cerca de R$ 3.460) nos EUA com as mesmas datas do Surface Book: pré-venda a partir desta quarta-feira (7) e nas lojas no próximo dia 26.

HoloLens e Xbox

O kit para desenvolvedores dos óculos de realidade virtual Microsoft HoloLens, segundo a empresa, estará disponível até o primeiro quadrimestre de 2016 por cerca de US$ 3.000 (cerca de R$ 11,7 mil). A data exata do lançamento, no entanto, não foi divulgada.

O gadget dispensa cabos e não limita os movimentos do jogador. "Em vez de mergulhar em um mundo de pixels na tela, o HoloLens traz uma nova dimensão ao seu mundo", informou Terry Myerson, vice-presidente de software da Microsoft, durante uma demonstração do produto.

Na simulação, com uma luva holográfica o jogador combatia robôs intrusos que se interagiam com o ambiente. "HoloLens cria experiências inovadoras que simplesmente não são possíveis em qualquer outro dispositivo, ou qualquer outra plataforma", disse ele.

Para os gamers, a companhia divulgou a chegada do Windows 10 para o Xbox One e um item muito pedido pelos fãs: a retrocompatibilidade dos jogos do Xbox 360 para o One. Além disso, novos Xboxs customizados virão, como o com Halo 5 e 1 TB de armazenamento, que estará disponível para venda a partir de 20 de outubro por US$ 499 (cerca de R$ 1.900). Outra novidade foi o console que virá com o novo controle Elite, que também vai funcionar no Windows 10.