PUBLICIDADE
Topo

Por R$ 600, Asus Zenfone5 oferece bom hardware para tentar superar Moto G

Smartphone Asus Zenfone5 é o primeiro smartphone da Asus no Brasil - Divulgação
Smartphone Asus Zenfone5 é o primeiro smartphone da Asus no Brasil Imagem: Divulgação

Paulo Basso Jr.

Do UOL, em São Paulo

29/10/2014 06h00

Primeiro smartphone da Asus no Brasil, o Zenfone5 chega às prateleiras com preço atrativo (R$ 600) e bom hardware. A ideia é desbancar o Moto G como o melhor custo-benefício do mercado. Para tanto, a empresa taiwanesa colocou nas prateleiras um modelo com design caprichado, tela de alta definição e com Android 4.3 (que, de acordo com a fabricante, será atualizável para 4.4 e posteriormente para o 5.0, no início de 2015).

Asus Zenfone5

  • Tela

    5 polegadas, com definição 1.280 x 720 (suporta o uso com luvas)

  • Sistema Operacional

    Android 4.3

  • Processador

    Intel CloverTrail Plus Z2560 1,6 GHz, 1 MB Cache

  • Memória

    2 GB de RAM e 8 GB (compatível com microSD de até 64 GB) para armazenar

  • Câmeras

    2 megapixels (frontal) e 8 megapixels

  • Dimensões

    14,82 x 7,28 x 0,55 cm; 140 gramas

  • Conexões

    Wi-Fi, 3G, Bluetooth

  • Preço sugerido

    R$ 600

  • Pontos positivos

    Design, qualidade gráfica e recursos multimídia

  • Pontos negativos

    Superaquecimento quando muito usado e teclado com falhas de sensibilidade

Visualmente, o aparelho agrada graças à tela de 5 polegadas envolvida por bordas finas e uma faixa com efeito espiral abaixo do menu. O modelo testado pelo UOL Tecnologia vinha com capinha branca, mas há também a opção em preto. Ainda do lado de fora, destaca-se o revestimento Gorilla Glass 3, com boa resistência contra impactos e marcas de dedos na tela. 

Assim que o smartphone é ligado, a interface do sistema Android 4.3 desponta em cores vivas, alto brilho e sem distorcer mesmo quando se muda bastante o ângulo de visão, o que causa boa impressão. A partir daí, apesar de haver um excesso de aplicativos pré-instalados, o uso do sistema se dá de forma intuitiva.

O processador dual-core Intel Atom de 1,6 GHz está longe de ser top de linha, mas o Zenfone 5 se mostra esperto tanto na hora de rodar os apps quanto em relação à conectividade. O fato de contar com 2 GB de memória RAM e duas antenas 3G contribui significativamente para isso.

Em relação aos recursos multimídia, o smartphone dual chip é bastante cumpridor. A câmera traseira filma em alta resolução e fotografa em 8 megapixels, enquanto a dianteira é de 2 megapixels. O sistema conta com 18 modos de fotografia embarcados, como os de imagem panorâmica, selfie e registro com pouca luz. É possível editar as fotos com nove filtros e compartilhá-las em redes sociais com poucos toques.

Outros itens bem-vindos são o rádio FM, que dispensa a internet para funcionar, e o aplicativo Boost, que limpa e otimiza a memória com apenas um toque. Além disso, o Zenfone5 conta com ferramentas práticas para organizar tarefas e controlar o aparelho por meio do computador (desde que eles estejam conectados via cabo).

 

Pontos negativos

Durante os testes realizados pelo UOL Tecnologia, o Zenfone5 esquentou bastante ao ter seus recursos amplamente explorados – em longo prazo, o excesso de calor pode abreviar a vida útil de itens de hardware. É fato, porém, que, no uso regular do dia a dia, o smartphone apresentou temperaturas normais.

Dos recursos instalados por padrão, o que mais revelou problemas foi o teclado da Asus. Por diversas vezes as teclas se apresentaram pouco sensíveis ao toque. Além disso, o botão que abre o menu de configurações está mal posicionado, perto do "ponto", o que gera bastante incômodo para quem digita com velocidade.