PUBLICIDADE
Topo

Cerca de 40% das pessoas evitariam alguém que rompeu amizade no Facebook, diz estudo

Mulheres evitam seus ex-amigos virtuais mais do que os homens; motivo não foi identificado - Reprodução
Mulheres evitam seus ex-amigos virtuais mais do que os homens; motivo não foi identificado Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

05/02/2013 11h23

Um estudo indica que o ato de deixar de ser amigo de alguém no Facebook (também chamado de “unfriend”) pode, sim, ter consequências na vida real. Cerca de 40% dos 582 entrevistados na pesquisa da University of Colorado Denver disseram que evitariam uma pessoa que cortou com elas a amizade virtual. Metade disse que não evitaria, enquanto 10% não sabem.

As mulheres evitam seus ex-amigos virtuais mais do que os homens, mas o motivo para isso não foi identificado. 

“As pessoas acham que as redes sociais são apenas para diversão”, afirmou Christopher Sibona, autor do estudo e doutorando em Ciência da Computação e Sistemas da Informação. “Mas, na realidade, o que você faz nesse ambiente pode ter consequências no mundo real”, explicou. O estudo baseado em entrevistas pelo Twitter será publicado neste mês na Hawaii International Conference on System Sciences.

Ainda segundo ele, as pessoas que sofrem o  “unfriend” (palavra do ano em 2009, segundo o “New Oxford American Dictionary”) podem sofrer alguns efeitos psicológicos, como redução da auto-estima e do senso de pertencimento – isso porque a ação representa uma exclusão social.

Parou por quê?
O pesquisador encontrou seis fatores que podem indicar se uma pessoa evitará alguém que deixou de ser seu amigo no Facebook. O primeiro, e mais importante, é se essa pessoa comentar com alguém o que aconteceu. “Falar sobre isso é uma declaração pública de que a amizade chegou ao fim”, afirmou Sibona.

Outros indicadores são reação extremamente negativa ao “unfriend”, o fato de a “vítima” achar que a ação está ligada a um comportamento off-line, a distância geográfica entre os dois, o fato de ter havido uma discussão antes do fim da amizade virtual e quão forte era a amizade antes de ela ser encerrada no universo virtual.

Em 2010, Sibona havia feito outro estudo que mostrava quais os principais motivos para alguém terminar uma amizade no Facebook. São eles: posts muito frequentes e irrelevantes, posts com opinião radical sobre política ou religião, posts inapropriados sobre racismo ou sexismo e, por fim, posts entediantes sobre o cotidiano (que têm como protagonistas filhos, comida, cônjuges).