PUBLICIDADE
Topo

Aeroporto do Galeão (RJ) é o segundo mais ''conectado'' na América Latina, aponta ranking

Do UOL, em São Paulo

25/06/2012 11h52

Em um ranking sobre os aeroportos mais conectados da América Latina, que analisou tanto a disponibilidade de conexão Wi-Fi como a presença em redes sociais, o Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (Galeão) ficou em segundo lugar, alcançando a melhor posição entre os brasileiros.

Em primeiro lugar no ranking, feito pela Ressac, empresa especializada em mídias sociais, está o Aeroporto Internacional de Ezeiza, na Argentina. Em terceiro, ficou o Aeroporto Internacional de Carrasco, no Uruguai.

Depois do Galeão, o brasileiro mais bem colocado foi o Aeroporto Internacional Afonso Pena, em Curitiba, que ficou em 5º. O Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, o mais movimentado do país, aparece em 11º lugar, seguido do Aeroporto de Brasília, em 12º.

Ranking dos aeroportos mais conectados (máx. 100 pontos)

Aeroporto Internacional de Ezeiza (Argentina)45 pontos
Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (Galeão)40 pontos
Aeroporto Internacional de Carrasco (Uruguai)39 pontos
Aeroporto Internacional de San Jose (Costa Rica)39 pontos
Aeroporto Internacional de Curitiba (Afonso Pena)39 pontos
Aeroporto Internacional de Lima (Peru)37 pontos
Aeroporto Internacional de Monterrey (México)37 pontos
Aeroporto Internacional de Miami (EUA)33 pontos
Aeroporto Internacional do Panamá32 pontos
Aeroporto Internacional de Santiago (Chile)27 pontos
Aeroporto Internacional de Guarulhos (São Paulo)20 pontos
Aeroporto Internacional de Brasília (DF)14 pontos
Aeroporto Internacional de Cidade do México13 pontos
Aeroporto Internacional de Medellín (Colômbia)12 pontos
Aeroporto Internacional de Bogotá (Colômbia)8 pontos

Além de analisar a existência de Wi-Fi e a presença dos aeroportos em redes como Twitter e Facebook, o estudo levou em consideração a existência de aplicativos móveis ou de sites web com versões móveis. A pontuação máxima que poderia ser atingida era de 100 pontos, mas nenhum dos 15 aeroportos pesquisados ultrapassou 45 pontos.

Segundo a Ressac, o que derrubou a pontuação de muitos dos aeroportos foi a cobrança pelo acesso Wi-Fi em muitos dos aeroportos pesquisados. Além disso, enquanto muitos deles possuem perfis no Twitter, poucos estão presentes no Facebook, YouTube, Flickr e Foursquare. A pesquisa foi feita entre 5 de janeiro e 6 de março deste ano.