PUBLICIDADE
Topo

Chuvas deixam cinco mortos e meio milhão de afetados na Guatemala

06/06/2020 18h34

Cidade da Guatemala, 6 Jun 2020 (AFP) - As tempestades que castigam a Guatemala desde o fim de semana passado deixaram cinco mortos e quase meio milhão de danificados por inundações e bloqueios de estradas devido a deslizamentos, informou neste sábado (6) a Defesa Civil.

"Foram cerca de 195 incidentes entre inundações, deslizamentos e colapso de algumas estruturas que o sistema atendeu" no país, disse a jornalistas o porta-voz da Coordenadoria para a Redução de Desastres (Conred), David de León.

O funcionário explicou que quatro pessoas morreram soterradas em enxurradas em diferentes pontos do país, enquanto a quinta pessoa morreu quando dirigia em uma estrada e uma árvore caiu sobre seu carro.

O porta-voz da Conred, entidade encarregada da Defesa civil no país, informou que 465.268 pessoas foram afetadas, 1.668 evacuadas e delas, 766 permanecem em 12 abrigos habilitados.

Segundo o porta-voz, as fortes chuvas afetaram 20 dos 22 departamentos (estados) do país centro-americano.

Guatemala, Honduras e El Salvador, o mais afetado até o momento, têm sido castigados por fortes chuvas desde o fim de semana passado, provocadas pela tempestade tropical Amanda, que se formou no Pacífico e depois por Cristóbal no Caribe, e que se desloca pelo Golfo do México.

A temporada chuvosa na Guatemala costuma começar em maio e se estender até novembro.

Em 2019, as precipitações deixaram 12 mortos e cerca de meio milhão de afetados pelas inundações, deslizamentos e enxurradas, segundo registros da Conred.

ec/dga/mvv