PUBLICIDADE

Topo

Da Power Glove a Mario Kart Live: os acessórios mais inusitados da Nintendo

Mario Kart Live Nintendo Switch - Divulgação/Nintendo
Mario Kart Live Nintendo Switch Imagem: Divulgação/Nintendo

Tiago Alcantara

Colaboração para o START

08/11/2020 04h00

Não é preciso ser um analista de mercado ou ter informações privilegiadas para saber que a Nintendo tem um jeito todo próprio de tomar decisões. Ano sim e ano também a companhia japonesa surpreende os fãs com algum lançamento inesperado e que ninguém pediu.

Às vezes, a marca consegue se superar e tirar um verdadeiro coelho da cartola. Em outras situações, fica só a sensação de vergonha alheia mesmo. Tudo porque a Nintendo tem um histórico de lançar novas formas de jogar seus games e de apresentar experiências diferentes.

Tomando como exemplo a atual geração da marca, tivemos três desses produtos "diferentões" sendo lançados: os kits de papelão Labo, o acessório para exercícios Ring Fit e o mais recente Mario Kart Live: Home Circuit, que conta com um carrinho real. Dá para dizer que nenhuma dessas iniciativas bombou, mas fato é que os produtos chamaram atenção de fãs e tem críticas positivas da mídia especializada.

Por outro lado, essa estratégia nem sempre dá certo. Relembre esses alguns dos lançamentos mais curiosos e inesperados de acessórios da marca japonesa.

Virtual Boy

Nintendo Virtual Boy 1995 Winter Consumer Electronics Show - Marty Katz/The LIFE Images Collection/Getty Images - Marty Katz/The LIFE Images Collection/Getty Images
Imagem: Marty Katz/The LIFE Images Collection/Getty Images

Pode parecer estranho, mas uma das primeiras iniciativa para jogos em realidade virtual veio da Nintendo. O Virtual Boy tentava entregar a sensação de realidade virtual sem imagens em alta definição. Para piorar, o acessório só tinha duas cores, era bem caro para a época e deixava os jogadores com dores de cabeça. A iniciativa até hoje é considerada um dos maiores fracassos da Big-N.

Power Glove

Power Glove - Montagem/UOL - Montagem/UOL
A célebre Power Glove, para o NES, era desejada por 10 entre 10 garotos lá nos idos de 1990, porém sofreu com controles imprecisos e jogos ruins
Imagem: Montagem/UOL

Um dos acessórios mais famosos do portfólio da marca. A Power Glove foi lançada em 89 para o Nintendinho (NES), e é talvez uma ideia legal demais para ser realizada com sucesso. Fato é que controlar um jogo por uma luva ainda é uma tarefa impraticável. Nota 10 para o aspecto "baita ideia" e leva um 5 porque o comercial fazia a coisa toda parecer divertida.

NES Zapper e Super Scope

Nintendo Zapper NES - luza studios/Getty Images - luza studios/Getty Images
Imagem: luza studios/Getty Images

Outra ideia legal demais para a sua época é a NES Zapper, uma pistola que poderia ser usada em games como Duck Hunt e Wild Gunman. Acontece que o acessório não era compatível com boa parte dos monitores de sua era. Ou seja, virou um baita elefante branco em pouco tempo. Mas, os fãs podem gostar de saber que as arma virou um item em Splatoon 2 para os mais nostálgicos.

Não satisfeita com o lançamento de uma pistola, a Nintendo apostou em uma espécie de bazuca como periférico para o SNES. Não precisamos dizer, de novo, que não deu certo, não é mesmo?

Game Boy Camera e Printer

Nintendo Game Boy Camera e Pokemon  - Ted Thai/The LIFE Picture Collection/Getty Images - Ted Thai/The LIFE Picture Collection/Getty Images
Imagem: Ted Thai/The LIFE Picture Collection/Getty Images

A dupla de acessórios de câmera e impressora térmica era uma forma de ampliar a experiência do console portátil da Nintendo. Os acessórios tornam possível imprimir notas, conteúdos de games e até mesmo selfies lá em 1998. Como vocês devem imaginar, a qualidade de impressão não era nada muito surpreendente. Afinal de contas, esse tipo de impressora é semelhante com as usadas para notas de comprovante de cartão de crédito atuais, por exemplo. O Game Boy Printer só foi lançado no Japão, ao passo que o acessório de câmera foi lançado no ocidente.

Transfer Pack e Rumble Pack

Não dava para deixar a geração do Nintendo 64 passar em branco. Na época, a empresa ensaiou uma conexão entre seu console de mesa e o portátil Game Boy. Como o nome já indica, o Transfer Pack permite passar alguns dados de cartuchos do portátil para jogos no console de mesa. O principal uso do "pack" era para que você pudesse usar seus Pokémon em games como Pokémon Stadium.

A empresa ainda criou outros packs com funções diversas no Nintendo 64, como o popular Rumble Pack, que fazia com que o controle do videogame vibrasse.

DK Bongos

Pule uma geração e a marca japonesa seguia tentando mudar a forma como as pessoas jogavam seus games. Enquanto os jogos de ritmo ganhavam força, a companhia lançou o DK Bongos, um controle que reunia dois bongôs (tradicional instrumento africano) junto com o game Donkey Kong: Jungle Beat. O acessório também servia para jogar games de ritmo e ainda hoje tem gente que usa os tais bongôs para dificultar a jogatina.

3DS Circle Pad Pro

Outro acessório que ninguém pediu, mas a Nintendo lançou mesmo assim foi o Circle Pad Pro para o Nintendo 3DS. O produto foi lançado como uma forma de solucionar a falta de um segundo direcional analógico no portátil. O apêndice nunca foi lá muito amado pelos fã, mas isso não significa que a Big-N desistiu, no New Nintendo 3DS (confira no vídeo) a marca inseriu uma nova tentativa de analógico que também não deu lá muito certo.

Wii Fit Balance board

O Wii foi um dos consoles mais bem sucedidos da história e, assim como o Super Nintendo, recebeu uma série de acessórios. Um dos mais vendidos foi uma balança. O Wii Fit Balance Board funcionava em conjunto com o game Wii Fit e foi um baita sucesso. O acessório até foi transportado para a geração do Wii U e era compatível com mais alguns games.

Wii Wheel

Reggie Fils-Aime revela a Wii Wheel para Mario Kart - Bob Riha Jr/WireImage - Bob Riha Jr/WireImage
Imagem: Bob Riha Jr/WireImage

Ok, o volante para o Wiimote (controle do Wii) não era exatamente uma peça lá muito tecnológica. Basicamente, a Nintendo vendeu um pedaço de plástico branco e servia para você jogar Mario Kart no modo de rastreio de movimento. Sim, dava para jogar sem e era um acessório bem pouco útil, na realidade. Sim, era bem mais legal jogar com o volantinho quando você apresentava o Wii para os amigos.

Amiibo

Nintendo amiibo E3 2014 - Daniel Boczarski/WireImage - Daniel Boczarski/WireImage
Imagem: Daniel Boczarski/WireImage

Boa parte dos fãs da Nintendo prefere não comentar a época do incompreendido Wii U. No entanto, foi justamente nesse período de anos complicados que a companhia teve uma sacada que ajudou a tirar suas contas do vermelho. A gigante nipônica nunca deu uma baita função para os bonecos com chip de NFC em suas bases. Nem precisava, todo mundo queria ter um Amiibo do Mario, Yoshi, Link e outros personagens de franquias famosas da marca. Apresentados como parte de Super Smash Bros, os bonecos ainda são lançados até hoje.

Labo

Nintendo Labo - Divulgação/Nintendo - Divulgação/Nintendo
Imagem: Divulgação/Nintendo

Como dá para perceber, a companhia de Quioto nunca deixou de apresentar visões diferentes para a forma como os consumidores devem se divertir com suas franquias. Criatividade (até demais) nunca faltou para a empresa. Dito isso, o Nintendo Labo é provavelmente uma das sacadas mais inventivas e surpreendentes da marca. Os críticos podem dizer que é só uma monta de papelão, mas não precisa de mais do que 5 minutos montando um dos kits (de papelão) da marca para entender que a companhia é capaz de despertar o fascínio de crianças de todas as idades.

Ring Fit Adventure

Outra experiência diferente proposta pela Nintendo, o Ring Fit Adventure é uma espécie de evolução do Wii Fit. Só, dessa vez, o game é acompanhado por um anel usado em aulas de Pilates e Ioga. O game é uma espécie de RPG no qual os jogadores precisam realizar exercícios e se movimentarem para avançar na narrativa.

Mario Kart Live: Home Circuit

Mario Kart Live  - Divulgação/Nintendo - Divulgação/Nintendo
Imagem: Divulgação/Nintendo

A adição mais recente no time de periféricos e acessórios randômicos da Nintendo é uma versão "vida real" de Mario Kart. O kit conta com um kart em miniatura equipado com uma câmera que torna a sala do jogador em uma pista do popular game de corrida. O carrinho tem despertado a curiosidade e até a ira de alguns pets, confira:

Além disso, Mario Kart Live: Home Circuit depende da criatividade e do espaço disponível na casa de cada jogador para ser realmente divertido. No entanto, temos que admitir que é uma sacada e tanto.

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: https://www.tiktok.com/@start_uol/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol