PUBLICIDADE
Topo

Comediante americano faz piada após discurso de Bolsonaro na ONU

21.set.2021 - O presidente Jair Bolsonaro durante o discurso de abertura da 76ª Assembleia-Geral da ONU - AFP
21.set.2021 - O presidente Jair Bolsonaro durante o discurso de abertura da 76ª Assembleia-Geral da ONU Imagem: AFP

Do UOL, em São Paulo

23/09/2021 18h39

O comediante Jimmy Fallon, dono de um dos talk shows mais vistos nos Estados Unidos, fez piada com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) após discurso do chefe do Executivo na ONU (Organização das Nações Unidas), em Nova York.

Fallon comparou Bolsonaro, que não se vacinou e estava discursando em um evento sobre a covid-19, com o coronel Sanders, fundador da rede de fast-food KFC.

"O primeiro líder a falar e tratar da pandemia foi ninguém menos que o presidente não vacinado do Brasil, Jair Bolsonaro. É como participar de uma conferência de perda de peso e ouvir: por favor, deem as boas-vindas ao nosso primeiro palestrante, o coronel Sanders", disse.

Fallon não foi o único a criticar Bolsonaro nas terras do Tio Sam. Dois dos principais jornais americanos criticaram o discurso do presidente do Brasil na abertura da Assembleia Geral da ONU.

Para o Washington Post, Bolsonaro criou "uma abertura desafiadoramente embaraçosa para um evento que deve se concentrar principalmente na resposta global à pandemia da covid-19".

Já o The New York Times destacou o fato de Bolsonaro ter defendido medicamentos ineficazes para o tratamento da covid-19 e disse que o presidente "teve uma das respostas mais criticadas do mundo à pandemia".