PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Napoli se salva com gol de falta nos acréscimos e vence Cagliari

16/12/2018 19h42

Roma, 16 dez (EFE).- O Napoli esteve perto de tropeçar e ficar ainda mais distante da líder Juventus, mas conseguiu se manter a oito pontos da 'Velha Senhora' ao vencer o Cagliari por 1 a 0 no estádio San Paolo graças a um gol de falta do atacante Milik aos 46 minutos do segundo tempo.

Eliminada da Liga dos Campeões ainda na fase de grupos na última terça, quando perdeu para o Liverpool por 1 a 0 na Inglaterra, a equipe dirigida por Carlo Ancelotti acusou o golpe e não teve uma boa atuação diante de sua torcida.

Ancelotti poupou alguns titulares, entre eles os atacantes Insigne e Mertens, que entraram apenas na parte final do duelo, o que diminuiu o poder de fogo dos 'Azzurri'. Coube então a Milik liderar o ataque, e o polonês lutou muito até balançar a rede.

Aos 21 minutos da etapa final, o centroavante acertou a trave, após levantamento de Mertens. Nos acréscimos, quando tudo apontava para o 0 a 0, ele garantiu o triunfo batendo falta com categoria.

Com a suada vitória, o Napoli foi a 38 pontos, contra 46 da Juventus, que ontem levou a melhor no clássico com o Torino e teria sido campeã de inverno hoje se os comandados de Ancelotti tivessem tropeçado. Já o Cagliari, que contou com os brasileiros Diego Farias e João Pedro, vem em 13º lugar, com 17.

Também neste domingo, a Roma quebrou uma sequência de três jogos sem vitórias pelo Italiano ao derrotar o Genoa por 3 a 2 no Estádio Olímpico. O time visitante esteve à frente duas vezes, graças a Piatek, artilheiro do campeonato, com 12 gols, e Hiljemark, mas Fazio e Justin Kluivert igualaram.

Depois que a rede balançou quatro vezes no primeiro tempo, na etapa final, apenas Cristante marcou, aos 14 minutos, selando o triunfo dos 'Giallorossi', que subiram para a sexta posição, com 24 pontos. A equipe genovesa é 16ª, com 16.

Três brasileiros participaram do duelo no Olímpico, todos como titulares. A Roma contou com o zagueiro Juan Jesus, e o Genoa, com o volante Sandro e o meia Rômulo, naturalizado italiano.

Esporte