PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Torcida do Real gosta de aplaudir rivais. Veja quem já teve essa honra

Do UOL, em São Paulo

18/03/2016 06h00

Ser aplaudido pela torcida adversária não é para qualquer um. Ser aplaudido pela torcida do Real Madrid dentro de sua casa, o Santiago Bernabéu, é ainda mais histórico. E alguns craques já tiveram esse privilégio. Grandes atuações ou a possibilidade de não pisarem mais no gramado do estádio costumam render essa homenagem a um grupo seleto de jogadores.

Maradona foi um deles, em 1983, mesmo vestindo a camisa do arquirrival Barcelona. O mesmo aconteceu com Ronaldinho e Iniesta. Italianos que nunca atuaram no futebol espanhol também aparecem nessa lista restrita, como Pirlo, Del Piero e Totti.

Relembre os homenageados:

  • Danilo Verpa/Folhapress

    Maradona

    Em junho de 1983, o argentino deixou o campo ovacionado pela torcida do Real Madrid, mesmo vestindo a camisa do rival Barcelona. Tudo porque fez um golaço no empate por 2 a 2. Recebeu em velocidade no meio-campo, em contra-ataque, driblou o goleiro Agustín, esperou Juan José chegar para deixá-lo no chão e então empurrou para a rede. Muitos o aplaudiram de pé naquele dia.

  • Getty Images

    Ronaldinho

    O brasileiro repetiu o feito de Maradona mais de 20 anos depois. Em 2005, no clássico pelo Espanhol, Ronaldinho fez dois belos gols para o Barcelona na vitória por 3 a 0 sobre o Real no Santiago Bernabéu. Ao anotar o segundo gol, a torcida merengue reconheceu sua grande atuação e o ovacionou de pé. Foi um dos momentos marcantes da carreira de Ronaldinho Gaúcho.

  • AFP PHOTO/ JOSEP LAGO

    Iniesta

    Autor do gol que deu à Espanha a Copa do Mundo de 2010, Iniesta também contou com a simpatia da torcida do Real. Depois de ser aplaudido no estádio do rival atuando pela seleção, o meia do Barça voltou a ganhar aplausos de torcedores do Real no ano passado, ao ser substituído durante a vitória por 4 a 0 dos catalães em pleno Bernabéu.

  • Reprodução/ ALEXANDER NEMENOV / AFP

    Totti

    O último rival a ser reverenciado pelos merengues foi Totti, na semana passada. Ao entrar em campo pela Roma na partida pela Liga dos Campeões, o meia italiano recebeu muito carinho da torcida do Real. Apesar da eliminação, ele agradeceu. "É uma emoção enorme, será uma lembrança maravilhosa. Esse estádio é incrível", declarou Totti.

  • MARCO BERTORELLO / AFP

    Pirlo

    Outro italiano que não vestiu a camisa do Real e foi bem recebido pelos merengues como adversário. Na temporada 2014/15, pelas semifinais da Liga dos Campeões, Pirlo ajudou a Juventus a eliminar o time madrilenho, mas isso não impediu que os torcedores aplaudissem o experiente meio-campista.

  • Alex Livesey/Getty Images

    Ryan Giggs

    Perto de se aposentar quando visitou o Real pelo Manchester United na temporada 2012/13, também pela Liga dos Campeões, Giggs entrou começou a partida no banco de reservas, mas entrou em campo em grande estilo no segundo tempo, sendo muito aplaudido pela torcida merengue.

  • GIUSEPPE CACACE/AFP

    Del Piero

    A Juventus ganhou do Real Madrid por 2 a 0 na temporada 2008/09 da Liga dos Campeões, mas para Del Piero tão importante quando o resultado foi o gesto dos fãs do Real. Em reconhecimento aos dois gols do meio-campista, eles não pouparam palmas para Del Piero quando ele foi substituído no fim da partida.

Esporte