Topo

Esporte


Não é só Messi: Veja outras críticas sobre os gramados da Copa América

Messi durante o duelo contra o Paraguai, na fase de grupos da Copa América - REUTERS/Edgard Garrido
Messi durante o duelo contra o Paraguai, na fase de grupos da Copa América Imagem: REUTERS/Edgard Garrido

Do UOL, em São Paulo (SP)

25/06/2019 11h00

Após a vitória contra o Qatar por 2 a 0, alguns nomes da seleção argentina criticaram muito o gramado da Arena da Grêmio.

Entre eles, Lionel Messi detonou o gramado: "Quica mal, todos os campos que jogamos são ruins, difíceis de jogar. Precisa de tempo para parar a bola, mas temos que passar por isso para conseguir jogar", disse o camisa 10 da seleção argentina.

Porém, não foi apenas Messi que reclamou da situação dos gramados dos estádios brasileiros.

Veja outras reclamações sobre os gramados

  • Guilherme Hahn/Agif

    Luis Suárez, atacante do Uruguai

    "Obviamente que não é desculpa para uma equipe como a nossa. Mas os gramados dos estádios não estão em bom estado. Vimos o Maracanã, estava muito mal. Mas tem que se adaptar a essas situações", disse Suárez sobre o gramado da Arena do Grêmio.

  • Marcello Zambrana/AGIF

    James Rodríguez, meio-campo da Colômbia

    "Estava um pouco ruim, e para uma Copa deveria estar melhor", disse James após a vitória da Colômbia por 2 a 0 sobre a Argentina, na Arena Fonte Nova.

  • Luis ACOSTA / AFP

    Lionel Scaloni, técnico da Argentina

    "É lamentável o estado do campo, principalmente depois do segundo tempo. Imaginem na segunda e terceira partida que tivermos aqui... Deixou muito a desejar para ter uma boa partida de futebol", disse Scaloni, sobre o gramado da Arena Fonte Nova, após derrota para a Colômbia.

  • Claudio Reyes/AFP

    Rafael Dudamel, técnico da Venzuela

    "Estamos muito surpresos, não somente com o gramado que estava igual para ambos, e poderia estar melhor, mas a logística de hotéis e demais coisas não corresponde a uma Copa América, e muito menos ao Brasil. É uma crítica construtiva que faço. E não é desculpa, mas uma manifestação porque estamos muito surpresos. Nós viemos para jogar", disse o treinador após o empate da Venezuela por 0 a 0 contra o Brasil.

  • Thomás Santos/AGIF

    Óscar Tabárez, técnico do Uruguai

    "Nesse país se joga um dos maiores torneios do mundo, muito competitivo e com grande frequência, isso influencia na qualidade do campo. A Copa América é um evento importantíssimo para que não esteja com campo impecável. Mas também não podemos dizer que está um desastre", afirmou Tabárez em coletiva que antecedeu a partida contra o Chile, no Maracanã.

  • Douglas MAGNO / AFP

    Fernando Muslera, goleiro do Uruguai

    "Não estava bom, realmente, mas acabamos passando por isso", disse o goleiro após o empate por 2 a 2 contra o Japão, na Arena do Grêmio.

  • Ahmed Jadallah/Reuters

    Félix Sánchez, técnico do Qatar

    "Lamentamos o estado dos campos de jogo, principalmente o de hoje, que estava muito ruim para uma competição desse nível", disse o treinador também sobre a Arena do Grêmio.

Mais Esporte