PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Lei contra treinador "velho" e ponto extra: 6 curiosidades sobre o Francês

Do UOL, em São Paulo

18/08/2017 04h00

Antes mesmo de Neymar estrear pelo PSG no último domingo, o interesse sobre o Campeonato Francês não para de crescer nos últimos dias. E sobram curiosidades sobre a disputa, sejam atuais ou de edições anteriores. Uma delas, por exemplo, ameaçou Claudio Ranieri, técnico que surpreendeu ao levar o Leicester City ao título do Inglês: há limite de idade para os treinadores.

Neymar vai jogar na França, mas o "francesão" não é só o PSG

UOL Esporte

  • Reuters/John Sibley Livepic/File Photo

    Lei "anti-velho"

    No Francês, o regulamento determina que os treinadores não podem ter mais de 65 anos. Ranieri, contratado pelo Nantes, fez 65 anos em outubro do ano passado. Por isso, o clube precisou pedir uma exceção à federação, baseando-se em caso similar aprovado em 2007. Assim como há dez anos, Ranieri teve seu contrato registrado normalmente, mas a regra não foi derrubada.

  • Shutterstock

    Três gols = ponto extra

    Na época em que a vitória valia dois pontos, o time que fizesse três gols ganhava um ponto extra. Assim, a organização esperava estimular o futebol mais ofensivo. A regra valeu entre 1973 e 1976. No entanto, segundo relatos de jornais, não houve um dado conclusivo que justificasse a bonificação, fazendo com que a regra fosse extinta.

  • Michel Spingler/AFP

    PSG coadjuvante?

    O PSG ficou bastante conhecido no Brasil graças à presença de brasileiros importantes no clube, como Raí e Ronaldinho Gaúcho. O time, no entanto, não está nem entre os 5 maiores vencedores do Francês. O PSG é só o sexto nessa lista, empatado com o Bordeaux, com seis títulos, sendo quatro deles após a venda do clube para o grupo de investimento do Qatar. O maior campeão é Saint-Etienne (10 títulos), seguido por Olympique de Marselha (9), Nantes (8), Monaco (8) e Lyon (7).

  • Twitter/PSG

    Na elite

    O PSG lidera uma estatística no Francês: é o clube que está há mais tempo na elite francesa de forma consecutiva, totalizando 44 edições. Em números absolutos, o recorde é do Olympique de Marselha, com 68 edições na primeira divisão.

  • JEAN-PIERRE AMET/REUTERS

    Menos campeões

    Com a chegada de Neymar, o PSG desponta como maior favorito para o título deste ano. Se isso se confirmar, uma tendência será reforçada: a de poucos campeões no Francês-17. Dos 20 clubes desta temporada, dez nunca conquistaram o título. No Brasil, apenas cinco equipes da atual primeira divisão nunca a venceram.

  • Reprodução/Facebook

    O troféu

    O atual troféu do Francês, chamado L'Hexagoal, tem o contorno redondo e um vão no formato de um hexágono, onde, no centro, está uma bola. O nome, que faz referências a hexágono e gol, foi escolhido em votação popular pela internet em 2007 e teve a preferência de 53% dos participantes.

Esporte