PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Fla brilha mais em desarmes ou passes? Veja números surpreendentes do BR

Flamengo foi campeão brasileiro com a melhor campanha da história dos pontos corridos - Thiago Ribeiro/AGIF
Flamengo foi campeão brasileiro com a melhor campanha da história dos pontos corridos Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

06/12/2019 11h00

Você sabe qual é o time que mais finaliza no Brasileirão? E o que mais troca passes? Se você respondeu Flamengo para qualquer uma das perguntas, errou. O campeão, porém, é o líder em cruzamentos e desarmes. Além, é claro, de ser a equipe mais eficiente, com o melhor ataque e umas das maiores posses de bola.

Com o campeonato perto do fim, o UOL Esporte reuniu as estatísticas mais curiosas e surpreendentes da temporada, que mostram como os números, muitas vezes, servem para desmentir alguns "mitos" do futebol. Confira a seguir o levantamento, feito com as informações fornecidas pelo Footstats.

  • Thiago Ribeiro/AGIF

    Santos e Fla lideram em posse de bola... mas não só por trocar passes


    Os dois líderes em posse de bola do campeonato são também os dois primeiros colocados da tabela: o campeão Flamengo é o segundo no quesito, com média de 57%, enquanto o vice-líder Santos é o primeiro, com 59%. Mas se você acha que isso é só porque os times trocam muitos passes, saiba que isso é apenas uma meia-verdade: o Fla é apenas o terceiro que mais roda a bola no Brasileirão, enquanto o Santos é só o sexto.

    Na verdade, o fato de os dois ficarem mais com a bola que os adversários tem muito a ver com outro quesito: desarmes. O Flamengo é o líder em desarmes do campeonato (média de 20,5 por jogo), e o Santos aparece logo em seguida (média de 20,1). Como os dois times fazem uma marcação sufocante, pressionando logo que perdem a bola, isso impede que os adversários fiquem muito com a bola. Assim, mostram que é possível ter posse elevada mesmo sem liderar em número de passes.

  • Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

    Único time do topo que não valoriza posse, Palmeiras brilha nos lançamentos


    Valorizar a posse de bola não é garantia de sucesso, mas dos seis primeiros colocados na tabela, cinco também estão no top 6 do quesito: Santos, Flamengo, Grêmio, São Paulo e Athletico. A única exceção é o Palmeiras, que é apenas o 12º colocado em posse de bola, mas ocupa o terceiro lugar do Brasileirão. O estilo de jogo do alviverde, porém, se baseia em um fundamento no qual o time é o melhor do campeonato: lançamentos.

    Com 529 lançamentos certos, o Palmeiras é o líder nessa estatística em todo o Brasileirão. Comandado durante boa parte do campeonato por Felipão, que gostava desse jogo mais direto, o time manteve a essência mesmo após a saída do treinador. Essa é uma boa mostra de que não existe jeito "certo" de jogar - se for bem executado, qualquer estilo pode trazer resultados. A propósito, o "intruso" no top 6 do ranking de posse é o Fluminense, quarto time que mais fica com a bola, mas apenas o 14º na tabela de classificação.

  • Renato Padilha/AGIF

    Cruzamento é coisa de time sem repertório? O Flamengo discorda...


    Muitas vezes, o cruzamento é demonizado no futebol como um recurso de equipes sem capacidade de fazer uma jogada mais elaborada. Isso pode ser verdade em alguns casos, mas está longe de ser regra - tanto que o líder no quesito no Brasileiro é justamente o campeão Flamengo, time que apresentou o melhor futebol do torneio. Com 956 cruzamentos, o Rubro-Negro é a equipe que mais tentou esse tipo de jogada no campeonato.

    Uma jogada típica do Fla, aliás, é o cruzamento rasteiro para quem vem de trás, após trabalhar a bola pelo lado do campo e chegar à linha de fundo. Nem sempre, portanto, um alto número de cruzamento indica um estilo baseado no velho "chuveirinho". Curiosamente, a taxa de acerto do Flamengo nos cruzamentos é apenas a sexta melhor do Brasileiro, com 24,5%, mas o líder, o Fluminense, tem 26,5%, um número bastante próximo.

  • Bruno Cantini/Atlético

    Quem mais finaliza é o Atlético-MG, mas o mais eficiente é o Flamengo


    Você pode se surpreender se souber que o time com o maior número de finalizações no campeonato é o Atlético-MG, que, com 44 gols marcados, tem apenas o sétimo melhor ataque do Brasileirão. Já o Flamengo, com avassaladores 86 gols marcados, é o melhor ataque, mas apenas o terceiro time que mais finaliza. É fácil saber o que isso significa: a qualidade das chances criadas pelo Rubro-Negro é muito melhor e, com isso, a taxa de acerto também.

    O Flamengo é o time mais eficiente no ataque, com 237 finalizações certas de 529 tentadas, uma taxa de acerto de 44,8%. Já o Galo, apesar de suas 554 finalizações tentadas, só acertou 224 delas no alvo, com aproveitamento de 40,4%. O time mineiro ocupa exatamente a sétima colocação nesse quesito, mesma posição que tem no ranking de melhores ataques. Na tabela, o Atlético-MG está na 12ª colocação.

  • Renato Padilha/Agif

    Um time dependeu muito mais das jogadas aéreas. E acabou rebaixado


    Quando olhamos para a forma como saíram os gols de cada time, a Chapecoense é uma equipe que chama imediatamente a atenção. É o único clube que fez 100% de seus gols de dentro da área: as 30 bolas colocadas na rede pela Chape foram finalizações de curta distância. E a razão para isso é evidente: o time catarinense é, de longe, o mais dependente de jogadas aéreas, com 43,3% de seus gols marcados de cabeça.

    A distância para o segundo colocado é grande: o Botafogo fez apenas 30% de seus gols de cabeça. Neste caso, o repertório ofensivo limitado da Chapecoense pagou seu preço, e o time acabou rebaixado. Já a equipe que menos fez gols de cabeça proporcionalmente foi o Bahia, atual 11º colocado, com 7% de seus gols saindo dessa forma. O campeão Flamengo, por sua vez, foi o sexto time que menos dependeu das jogadas aéreas, com 16,3% de seus gols feitos de cabeça.

Futebol