PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Crítica de Ceni, encarada e mais. As polêmicas do árbitro Thiago Peixoto

Thiago Duarte Peixoto foi o personagem de Corinthians x Palmeiras no meio de semana - Agência Palmeiras
Thiago Duarte Peixoto foi o personagem de Corinthians x Palmeiras no meio de semana Imagem: Agência Palmeiras

Do UOL, em São Paulo

24/02/2017 04h00

O árbitro Thiago Duarte Peixoto foi o principal personagem do clássico entre Corinthians e Palmeiras, na última quarta-feira, graças à expulsão equivocada de Gabriel após uma falta na intermediária (que foi cometida por Maycon). Mesmo debaixo de críticas severas, o juiz encarou câmeras e microfones ainda no Itaquerão, para pedir desculpas e clamar por uma segunda chance na carreira.

A expulsão do corintiano Gabriel acabou invalidada pelo TJD da Federação Paulista, no dia seguinte ao clássico estadual. Horas depois foi a vez de a carreira de Duarte Peixoto ser analisada pela entidade - o árbitro foi afastado e passará por reavaliações. Além da polêmica em Itaquera, o árbitro traz no currículo outros incidentes conhecidos por outras torcidas. 

Polêmicas em campo

  • Reprodução

    Encarada de Walter

    No começo do Brasileiro de 2015, Thiago Duarte Peixoto expulsou Walter na partida entre Atlético-PR e Atlético-MG, em Curitiba. O cartão vermelho saiu aos 45min do segundo tempo, depois de o atacante do time da casa ofender o quarto árbitro.

    Depois de receber o vermelho, Walter perdeu a cabeça e peitou o árbitro de São Paulo. "O que você está fazendo? Que marra do c...., apita essa p...., você apitou onde?", disparou o então jogador do Atlético-PR.

  • Ricardo Nogueira/Folhapress

    Ceni: "Quer aparecer"

    Em 2015, o São Paulo derrotou o Santos por 3 a 2, em confronto válido pelo Campeonato Brasileiro. Mas o então goleiro Rogério Ceni saiu na bronca com Thiago Duarte Peixoto. O ídolo são-paulino levou o cartão ao se aproximar do árbitro, depois de o juiz amarelar o goleiro Renan Ribeiro.

    "Esse cara só quer aparecer. Não tem mais graça o futebol. Você não pode mais falar com o árbitro. Ainda mais esse sujeito que quer aparecer", afirmou Ceni na oportunidade. "Ele é bom árbitro. Só acho que há excesso. Tem coisa que você não precisa chamar para você", acrescentou.

  • Reprodução

    Tentativa de bolada

    Ainda em 2015, mas pela Copa do Brasil, Thiago Duarte Peixoto foi alvo de uma tentativa de bolada. O árbitro paulista encerrou a partida entre Grêmio e Coritiba aos 50min do segundo tempo, logo após um gol do time da casa. O apito veio bem na saída de bola dos paranaenses, em fato que irritou o atacante Rafhael Lucas.

    Assim que ouviu o apito final, o atacante do Coritiba chutou a bola na direção de Thiago Duarte Peixoto, mas sem atingir o árbitro. O juiz então encarou Rafhael Lucas de forma acintosa.

  • Rubens Cavallari/Folhapress

    Expulsão de corintiano errado

    No entanto, a atuação mais controversa de Thiago Duarte Peixoto aconteceu na última quarta-feira, durante o clássico Corinthians x Palmeiras, pelo Campeonato Paulista. Tudo por expulsar o corintiano Gabriel em um lance que não envolvia diretamente o atleta.

    Na jogada, a falta foi cometida por Maycon, mas Peixoto não atendeu a orientação do quarto árbitro sobre quem havia sido o autor da infração e manteve o vermelho ao jogador errado. Depois da partida, o juiz admitiu o equívoco.

Esporte