PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Brasileiros pelo mundo: Willian é aplaudido e Dani Alves "perde a linha"

Do UOL, em São Paulo

15/02/2016 06h00

Willian, meio-campista do Chelsea, foi destaque entre os brasileiros que atuam no exterior no último fim de semana (13 e 14 de fevereiro). Ele foi o principal jogador da equipe em goleada por 5 a 1 sobre o Newcastle, no sábado, pelo Campeonato Inglês - e saiu aplaudido de pé quando substituído.

A exemplo do armador, Vagner Love, Diego Alves, Neymar e o menos conhecido Fábio Lima também brilharam. 

Já Daniel Alves, do Barcelona, ficou do outro lado da moeda. O lateral direito foi substituído em vitória sobre o Celta, no Espanhol, e deixou campo chutando o banco de reservas. 

Confira mais jogadores que tiveram destaque (positivo ou negativo) fora do Brasil

Melhores

  • Willian (Chelsea)

    O meio-campista brasileiro foi substituído aos 35 minutos do segundo tempo de goleada por 5 a 1 sobre o Newcastle, e deixou o campo aplaudido. Merecidamente. Antes disso, já havia dado lindo passe para Diego Costa no primeiro gol do Chelsea, forçado a marcação em lance que originou o segundo tento da equipe, de Pedro, e completado a atuação com um gol de oportunismo. Tudo isso antes dos 15 minutos de jogo. Leia mais

  • Vagner Love (Monaco)

    Vagner Love, atacante campeão brasileiro com o Corinthians em 2015, começou a justificar o investimento que o Monaco fez para contrata-lo no domingo. Foi dele o gol de empate em 1 a 1, nos minutos finais do duelo contra o Saint-Étienne, fora de casa, pelo Campeonato Francês. Nada que mude muito a situação do time no nacional: vice-líder, vê o PSG 24 pontos à frente. Leia mais

  • Neymar (Barcelona)

    É verdade que o brasileiro Neymar brilhou menos do que Messi e Luis Suárez na goleada sobre Celta por 6 a 1. Mas teve seu destaque: além de dar assistência para o primeiro gol de Suárez na partida, marcou o seu para fechar a conta no duelo. O atacante foi lançado pelo uruguaio e, na ponta esquerda, de dentro da área, encobriu o goleiro adversário. Leia mais

  • PIERRE-PHILIPPE MARCOU/AFP

    Diego Alves (Valencia)

    Recuperado de lesão nos ligamentos do joelho direito que o fez ficar 9 meses parado, o goleiro Diego Alves voltou à ativa no sábado. Sorte do Valencia. O brasileiro fez pelo menos três defesas difíceis no duelo contra o Espanyol - e a equipe venceu no Campeonato Espanhol, fato que não ocorria desde novembro de 2015, por 2 a 1.

  • Fábio Lima (Al Wasl)

    Menos conhecidos do que os compatriotas desta lista, o brasileiro Fábio Lima, atacante de 22 anos do Al Wasl, time dos Emirados Árabes Unidos, também brilhou no fim de semana. O jogador, que é capitão do time, marcou duas vezes em vitória por 2 a 0 sobre o Al-Shaab - dois gol de puro oportunismo, vale dizer.

Piores

  • Daniel Alves (Barcelona)

    É difícil encontrar um jogador que tenha atuado mal em vitória por 6 a 1, mas Daniel Alves conseguiu, no domingo, em jogo do Barcelona contra o Celta. Substituído aos 15 minutos do segundo tempo, saiu de campo de cara feia e chutando o banco de reservas. Confessou mais tarde: "estava bravo porque não estava jogando m... nenhuma". Leia mais

  • Alex Telles (Inter de Milão)

    Inter de Milão, time visitante, e Fiorentina empatavam em 1 a 1 até o fim do confronto, mas os donos da casa conseguiram vitória com gol de Babacar, nos acréscimos. Antes disso, aos 38 minutos do segundo tempo, o lateral esquerdo brasileiro Alex Telles havia sido expulso por acumulo de cartões amarelos, o que prejudicou a sua equipe. Na falta em que viu a segunda advertência, derrubou adversário na entrada da área.

  • Tiago Volpi (Querétaro)

    O Querétaro, ex-time de Ronaldinho Gaúcho, ainda tem brasileiro no elenco, o goleiro ex-Figueirense Tiago Volpi. E o jogador foi destaque negativo do clube no sábado. Em derrota por 2 a 1 para o Cruz Azul, falhou no primeiro gol da partida, marcado por Joffre Guerrón - outro velho conhecido do futebol nacional. Volpi, após cobrança de escanteio, saiu "caçando borboleta" e o atacante testou firme para as redes.

  • Julio Cesar Aguilar / AF

    Rafael Sóbis (Tigres-MEX)

    E de fato não foi o melhor fim de semana para os brasileiros do futebol mexicano. Em derrota do Tigres dentro de casa para o Tijuana, por 2 a 1, Rafael Sóbis foi expulso, aos 45 minutos do primeiro tempo. Àquela altura, o duelo estava 0 a 0.

  • AFP/JEFF PACHOUD

    Lucas Silva (Olympique de Marseille)

    O volante brasileiro Lucas Silva, depois de ter superado confusão no Olympique de Marseille e voltado a campo em jogo da Copa da França, tornou a amargar banco de reservas durante 90 minutos. Foi no empate entre o seu time e o Lille, por 1 a 1, no domingo. O clube, conforme já declarou o treinador, não está satisfeito com o rendimento do jogador emprestado pelo Real Madrid e queria que ele aceitasse ser transferido para o futebol belga. A negativa de Lucas Silva originou o impasse.

Esporte