Topo

Futebol


Brasileiros pelo mundo: Coutinho e Arthur vão mal; Felipe se destaca

Arthur em ação pelo Barcelona: clube catalão levou virada do Levante no Campeonato Espanhol - Javier Barbancho/Reuters
Arthur em ação pelo Barcelona: clube catalão levou virada do Levante no Campeonato Espanhol Imagem: Javier Barbancho/Reuters

Do UOL, em São Paulo

04/11/2019 12h00

A rodada do futebol europeu no fim de semana foi marcada por atuações discretas de brasileiros. O maior nome foi o zagueiro Felipe, que fez mais uma partida segura com a camisa do Atlético de Madri. Apesar de mais discretos que o normal, Vinicius Junior e Firmino se destacaram nas partidas de Real Madrid e Liverpool, respectivamente.

O ex-jogador do Flamengo atuou por 26 minutos no empate sem gols com o Betis, mas participou muito do duelo, com finalizações. O atual campeão europeu, por sua vez, foi às redes, mas viu a arbitragem anular seu gol em lance polêmico do confronto com o Aston Villa.

A lista de brasileiros que foram mal é mais extensa. Philippe Coutinho abusou dos erros na goleada história sofrida pelo Bayern de Munique contra o Eintracht Frankfurt. Arthur e Richarlison foram discretos por Barcelona e Everton, respectivamente. Wesley, atacante do Aston Villa, e Andreas Pereira, do Manchester United, também decepcionaram.

Quem foi bem

  • Susana Vera/Reuters

    Felipe (Atlético de Madri)

    O ex-zagueiro do Corinthians foi um dos destaques no empate por 1 a 1 do Atlético de Madri contra o Sevilla. Felipe, convocado para os amistosos contra Argentina e Coreia do Sul, acordou com elogios nos principais jornais da Espanha. O "Marca" qualificou o defensor como "um muro". O "As" afirmou que será complicado para Savic e Giménez conquistarem um lugar no time titular.

  • Paul ELLIS / AFP

    Firmino (Liverpool)

    O atacante do Liverpool viu o seu time levar um susto contra o Aston Villa, que saiu na frente logo aos 20 minutos do primeiro tempo. O jogador brasileiro empatou seis minutos depois, mas viu a arbitragem assinalar impedimento com a ajuda do VAR, em lance polêmico. No fim, com Firmino atuando por 90 minutos, o Liverpool conseguiu a virada nos minutos finais.

  • Juan Manuel Serrano Arce/Getty Images

    Vinicius Junior

    A jovem promessa brasileira entrou em campo no segundo tempo do duelo do Real Madrid com o Betis - ele entrou na vaga de Rodrygo. Apesar de atuar por apenas 26 minutos, Vinicius Junior quase marcou em seu primeiro lance. Depois, pediu pênalti em uma jogada individual. No fim, ainda viu o goleiro do Betis fazer duas defesas e garantir o empate sem gols no Santiago Bernabéu.

Quem foi mal

  • Alexander Hassenstein/Bongarts/Getty Images

    Philippe Coutinho (Bayern de Munique)

    Símbolo da péssima noite do Bayern. O meia brasileiro perdeu dez vezes a posse de bola e pouco colaborou ofensivamente para uma das mais terríveis tardes do time da Baviera nos últimos tempos. Melhor para o Eintracht Frankfurt, que goleou por 5 a 1.

  • Javier Barbancho/Reuters

    Arthur (Barcelona)

    O volante titular da seleção brasileira recebeu um cartão amarelo no começo do jogo e teve o jogo limitado. O ex-gremista participou do gol que resultou no pênalti convertido por Messi. Não foi o suficiente para um Barcelona perdido e que perdeu para o Levante.

  • Reuters/Ed Sykes/File Photo

    Richarlison (Everton)

    O atacante da seleção brasileira perdeu a maior parte dos duelos contra o colombiano Davinson Sanchez na partida do Everton contra o Tottenham. As imagens de Richarlison reclamando da arbitragem dominaram a noite do ex-Fluminense, que ainda viu Gazzaniga fazer uma boa defesa na única finalização perigosa.

  • Michael Regan/Getty Images

    Andreas Pereira (Manchester United)

    O meia belga-brasileiro teve liberdade, mas atuou mal na derrota do Manchester United para o Bournemouth. Erros de passes (60% de aproveitamento) e bolas perdidas (23) ditaram a tarde infeliz do jogador.

  • Eddie Keogh/Reuters

    Wesley (Aston Villa)

    O centroavante se mostrou ansioso em alguns momentos e atrapalhou jogadas, algumas delas perigosas, do Aston Villa. O brasileiro, ainda em adaptação na Premier League, sofreu diante de Van Dijk e Lovren. O Liverpool venceu o Aston Villa por 2 a 1 e se manteve invicto na Premier League.

Futebol