PUBLICIDADE
Topo

Esporte

As frases de Cuca após a derrota para a Ponte Preta

Cesar Greco/Ag Palmeiras
Imagem: Cesar Greco/Ag Palmeiras

Do UOL, em São Paulo

23/05/2016 06h00

  • Oscilações do Palmeiras

    "É um campeonato de regularidade. Nós tivemos alguns momentos bons no jogo e outros ruins [contra a Ponte]. A gente tem que melhorar isso para o jogo contra o Fluminense. Temos que voltar a vencer. Ideias novas vão se criando dentro da competição"

  • O comportamento de Vuaden

    "O Vuaden é o cara da arbitragem que eu mais gosto. Ele foi 'peitudo' em um jogo em que eu dirigia o Fluminense. Pelo gol que ele anulou mal aqui hoje, ele tem que ser trocado. Por que tem que pegar o cartão como se fosse um revólver? Que desrespeito que o treinador tem com ele para agir dessa forma? Se foi falta naquele lance em que eu fui expulso, eu volto atrás. Se não foi, ele que tire o cartão que me deu"

  • Mudanças à vista?

    "O Tchê Tchê deu uma velocidade pelo lado. A gente fixou mais o Jean de volante. O Rafael [Marques] fazendo uma dupla com o Gabriel Jesus. São situações que eu quero ainda colocar em prática. Eu tenho a volta do Dudu. O jogo não estava propício para ele. Ele precisa de um espaço maior. Mas deu para ver que ele está inteiro, não sentiu a lesão. É um leque que vai se abrindo para o próximo jogo"

  • Culpa não é só dos zagueiros

    "Tomamos bolas nas costas nas laterais no primeiro tempo. Não fizemos um grande jogo atrás [na defesa]. Não é só a dupla de zagueiros. Os volantes não estiveram bem"

  • Força da Ponte em Campinas

    "Jogar em Campinas não é fácil. A Ponte tem força jogando em casa. É o tipo do jogo que quem fizer o primeiro gol leva vantagem. E a Ponte teve isso. Tivemos alguns momentos bons e outros ruins. Temos que melhorar para a partida contra o Fluminense. Jogadores vão entrando. Ficamos felizes de ver o Moisés entrar, o Cleiton Xavier disputar o jogo inteiro"

  • Recuperação rápida para a partida contra o Fluminense

    "O mais importante em derrotas é absorver o impacto, como eu absorvo hoje mais naturalmente do que antigamente. Isso [perder] é do jogo. Tem que estar com os punhos levantados para vencer na quarta-feira"

Esporte