Chevrolet Onix Plus

Versão sedã do carro mais vendido do Brasil eleva patamar de categoria e obriga rivais a evoluir

Vitor Matsubara Do UOL, em São Paulo

Pronto para reinar

Diz um velho ditado que não se mexe em time que está ganhando. É exatamente isso que a Chevrolet poderia ter feito com o novo Onix. Mas felizmente não fez.

A segunda geração do campeão de vendas do Brasil cresceu e ganhou conteúdo e tecnologia para tentar manter o reinado que já dura quatro anos.

Enquanto não chega a estreia do hatch, UOL Carros avaliou o novo Onix Plus, que aposenta o nome Prisma trazendo um sedã maior, mais requintado e bem equilibrado.

Murilo Góes/UOL Murilo Góes/UOL

Prisma? Já era!

O nome mudou, e de fato o Onix Plus não tem nada em comum com seu antecessor. As diferenças estão na cara, ou melhor, nas dimensões: o novo modelo é quase 20 centímetros mais comprido, 4 centímetros mais largo e tem 7 centímetros a mais de distância entre eixos.

Quem agradece são os passageiros, especialmente os que viajam no banco traseiro: o espaço é bom para pernas, ombros e cabeças. Há também duas entradas USB para carregar celulares. Já a capacidade do porta-malas encolheu: em vez dos antigos 500 litros, agora ele comporta 469 litros. O mesmo aconteceu com o tanque de combustível, cuja capacidade máxima é de 44 litros - ou 10 litros a menos do que antes.

Na frente os bancos são inteiriços (parecidos com os de Volkswagen Up e Renault Kwid) e bem confortáveis. O painel de instrumentos lembra o estilo do Peugeot 208, com a tela da central multimídia MyLink no topo, logo acima das saídas de ar-condicionado.

Outro elemento que parece vindo do 208 é o volante com diâmetro menor e base achatada, que tem excelente empunhadura. No geral, o estilo da cabine é bem moderno, com variações de cores e texturas - que disfarçam os plásticos de qualidade ruim.

Embora o condutor não se sente mais em uma posição tão elevada como nos antigos Onix/Prisma, a caixa de roda do lado esquerdo rouba um pouco do espaço das pernas, fazendo com que motoristas mais altos sofram um pouco até achar uma boa posição de dirigir.

Murilo Góes/UOL Murilo Góes/UOL

Pontos avaliados

Arte/UOL

Design (5): a cara de "mini-Cruze" fez muito bem ao Onix Plus, que ficou mais elegante e proporcional com o aumento de 20 cm no comprimento frente ao antigo Prisma.

Desempenho (5): as respostas rápidas do motor 1.0 turbinado mais o baixo peso do sedã fazem dele um dos mais prazerosos de dirigir em sua categoria.

Itens de série (5): estabelece um novo padrão no segmento ao trazer 6 airbags (em todas as versões) e outros itens, como carregador de celular por indução, internet 4G e assistente de estacionamento.

Custo-benefício (4): manter os preços do antigo Prisma é um feito elogiável por parte da GM, mas o problema é que seu antecessor já custava caro.

Murilo Góes/UOL Murilo Góes/UOL

Cara de mini-Cruze

O Onix Plus trocou o visual esportivo do Prisma por um estilo mais classudo. Nota-se clara inspiração no Cruze, a começar pelo desenho da dianteira.

Faróis e grade frontal são bem parecidos com os do sedã médio, mas isso não significa que o substituto do Prisma não tem personalidade própria. Os vincos espalhados pelo capô dão um ar mais robusto ao sedã e as luzes de iluminação diurna (que são de LED na versão Premier) têm formato de "L".

Atrás, o teto tem uma curvatura suave em direção à tampa do porta-malas e as lanternas divididas são mais parecidas com as do sedã norte-americano Malibu. O visual é clássico e limpo, a ponto até de não haver abertura do porta-malas na tampa - realizada apenas por botões no console central ou na chave presencial.

A Chevrolet teve méritos ao economizar custos sem fazer com que o carro pareça barato. Um bom exemplo está no para-choque traseiro, cuja parte inferior é preta. Assim, a empresa gasta menos tinta no processo de pintura.

Murilo Góes/UOL Murilo Góes/UOL

Custos de revisão e seguro

Revisões:

+ 10 mil km: R$ 280

+ 20 mil km: R$ 560

+ 30 mil km: R$ 468

+ 40 mil km: R$ 620

+ 50 mil km: R$ 448

+ 60 mil km: R$ 560

Seguro:

n/d

Murilo Góes/UOL Murilo Góes/UOL

Desempenho surpreende

Grande estrela da nova linha de compactos, o motor 1.0 turbo de 116 cv (com etanol ou gasolina) surpreende pela elasticidade. Traz boas respostas tanto em todas as rotações, proporcionando agilidade nas arrancadas e retomadas ágeis. O Onix sedã também é muito leve para seu porte, pesando menos de 1,2 tonelada.

Surpreende também o ótimo trabalho feito pela engenharia da Chevrolet, que conseguiu baixos níveis de vibrações e de ruído. O resultado é o melhor entre todas as motorizações de três cilindros disponíveis no mercado.

A direção leve torna a condução mais empolgante, embora suas respostas poderiam ser um pouco mais rápidas. A suspensão também tem um acerto bem feito, priorizando o conforto sem ser dura demais.

Murilo Góes/UOL Murilo Góes/UOL

Completão

Quem desembolsar R$ 73.190 pela versão Premier vai levar um dos sedãs compactos mais completos da categoria.

Além dos 6 airbags (oferecidos de fábrica em todas as versões da linha Onix), o carro vem com controles de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampas, acendimento automático dos faróis, central multimídia MyLink 3 com suporte a Android Auto e Apple CarPlay, direção elétrica progressiva e câmera de ré.

Conta ainda com carregador de celulares por indução, luzes diurnas de LED, ganchos para fixação de cadeirinhas Isofix, sensor de pressão dos pneus, rodas de liga leve de 16 polegadas, coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, computador de bordo, piloto automático com limitador de velocidade, destravamento das portas e partida do motor sem chave.

Fora esses itens, o carro traz também sistema de concièrge OnStar e internet nativa 4G com conexão sem fio (Wi-Fi) para até sete dispositivos móveis. Ambos os serviços são cobrados à parte.

O Onix Plus Premier pode chegar a R$ 77.780 se equipado com todos opcionais, no caso pintura metálica (como esse belo Azul Seeker das imagens, ao custo de R$ 1.590) e o pacote opcional de R$ 3 mil, que inclui assistente de estacionamento semiautônomo, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, ar-condicionado digital, alerta de pontos cegos, bancos com revestimento exclusivo e revestimento interno em dois tons, podendo ser preto com cinza ou preto com caramelo.

Murilo Góes/UOL Murilo Góes/UOL

Vale a pena?

De tempos em tempos, um carro surge para estabelecer um novo patamar em sua categoria. Esse é o caso do Onix Plus, dono de um projeto moderno, bem equipado e (por enquanto) com preços muito agressivos diante dos rivais.

Assim é bom a concorrência se mexer para não perder terreno - e ver o Onix ainda mais de longe, lá no topo da tabela dos mais vendidos.

Murilo Góes/UOL Murilo Góes/UOL

Concorrentes

Divulgação Divulgação

VW Virtus Comfortline 200 TSI

Preço: R$ 78.590
Motor: 1.0, 12V, 3 cilindros em linha, flex
Potência: 128/116 cv a 5.500 rpm
Torque máximo: 20,4 kgfm entre 2.000 e 3.500 rpm
Câmbio: automático de seis marchas
Aceleração de 0 a 100 km/h: 9,9 s/10,4 s (etanol/gasolina)
Velocidade máxima: 194 km/h/189 km/h
Dimensões: comprimento 4,48 m, largura 1,75 m, altura 1,47 m, entre-eixos 2,65 m
Porta-malas: 521 litros
Peso: 1.226 kg
Tanque: 52 litros

Marcelo Ferraz/UOL Marcelo Ferraz/UOL

Fiat Cronos Precision 1.8 AT

Preço: R$ 75.490
Motor: 1.8, 16V, 4 cilindros em linha, flex
Potência: 139/135 cv a 5.750 rpm
Torque máximo: 19,3 kgfm/18,8 kgfm a 3.750 rpm
Câmbio: automático de seis marchas
Aceleração de 0 a 100 km/h: 9,2 s/9,6 s (etanol/gasolina)
Velocidade máxima: 198 km/h/196 km/h
Dimensões: comprimento 4,36 m, largura 1,72 m, altura 1,51 m, entre-eixos 2,52 m
Porta-malas: 525 litros
Peso: 1.248 kg
Tanque: 48 litros

Arte/UOL Arte/UOL

Ficha técnica

Preço: R$ 73.190 (unidade avaliada: R$ 77.790)

Motor: 1.0, 12V, 3 cilindros em linha, flex

Potência: 116 cv a 5.500 rpm

Torque máximo: 16,8/16,3 kgfm a 2.000 rpm

Câmbio: automático de seis marchas

Aceleração de 0 a 100 km/h: n/d

Velocidade máxima: n/d

Dimensões: comprimento 4,47 m, largura 1,73 m, altura 1,47 m, entre-eixos 2,60 m

Porta-malas: 469 litros

Peso: 1.117 kg

Tanque: 44 litros

Curtiu? Compartilhe.

Topo