Topo

Cultura e lazer

Viva a cidade. Saboreie experiências.


Cultura e lazer

Botequeiros marcam presença no Festival Urban Taste Cultura de Boteco

Paula Ungar

Colaboração para o Urban Taste, em São Paulo

19/05/2019 13h08

O Festival Urban Taste Cultura de Boteco fez sua estreia neste sábado (18), nos jardins do Museu da Casa Brasileira (MCB), em São Paulo. Uma realização do Urban Taste em parceria com o MCB, e com curadoria do jornalista Miguel Icassati, fundador da Sociedade Paulista de Cultura de Boteco, o evento tem como proposta apresentar ao público alguns dos mais autênticos botecos de São Paulo.

A Vila de Botecos foi armada no centro do gramado do museu e 10 bares e restaurantes clássicos da cidade e do interior do estado foram convidados a apresentar suas especialidades.

Entre as casas presentes está a do Carlinhos, restaurante de especialidades armênias que funciona há 48 anos no Pari, na região central da capital. Seu sanduíche mais conhecido, o arais, criado pelo Carlinhos (o sírio-armênio Missak Yaroussalian, seu nome de batismo), é a grande atração do estande do restaurante no evento. "A receita é do meu pai e hoje meu irmão, Fábio, e eu que tocamos a casa", afirma Fernando Yaroussalian.

André Porto
Imagem: André Porto

De São Roque, no interior de São Paulo, o chef Ailton Piovan trouxe uma porchetta (porco assado e desossado) de mais de 60 quilos, que pode ser provada na Cantina Piovanelli. Ela é servida fatiada no meio de um pão semi-italiano com rúcula e pesto de limão siciliano e salsa.

Veja também:

Os petiscos que participam do Festival Urban Taste Cultura de Boteco
Cinco bares com tradição em vender barato em São Paulo

André Porto
Imagem: André Porto

O festival caiu bem no gosto dos fregueses. O casal Cíntia Gumercindo e Eduardo Nascimento, vieram do ABC paulista para conferir o evento com o filho Arthur. Botequeiros assíduos, já conheciam a maior parte dos bares participantes, mas se surpreenderam com o espaço. "Não conhecia esse Museu, nem parece que você está dentro de São Paulo", comenta Cíntia. "O legal é que dá para vir em família, muita gente aqui está com criança", acrescentou Eduardo.

André Porto
Imagem: André Porto

Quem também aproveitou para curtir um programa duplo, combinando museu mais boteco, foi o casal de Campinas Danilo Lima, 35, e Cintia, 36. Aliás, triplo, pois o programa inicial era ver o musical O Fantasma da Ópera, em cartaz em São Paulo no Teatro Renault. "Vi na internet que ia ter esse festival e resolvemos vir mais cedo para conhecer a exposição do museu e comer alguma coisinha antes do musical", conta Danilo.

"Aproveitei para matar a curiosidade e experimentar as coxinhas do Bertolazzi, que conheço pela televisão", afirma Cíntia, referindo-se ao premiado chef Carlos Bertolazzi, do Zena Caffé, famoso por apresentar programas de TV como o Fábrica de Casamentos, do SBT. "Comi a de ossobuco e a de frango com catupiry, muito boas", diz Cíntia. "Eu estou de olho na galinhada do Consulado Mineiro", comenta Danilo.

Além das comidinhas, o Festival Urban Taste Cultura de Boteco conta com três estações de bebidas: o Beer Garden, com cervejas artesanais, o Lounge de Vinhos e o Gin & Caipirinha Bar, onde são preparados drinques com o gin nacional San Basile, fabricado em Tuiuti, cidade no interior de São Paulo, e caipirinha de limão, com cachaça mineira.

André Porto
Imagem: André Porto

Para animar a festa, o primeiro dia do festival teve duas bandas tocando ao vivo. Os músicos do Duo Rock fizeram um set acústico com versões de músicas de Rita Lee, Raul Seixas, Titãs e outros roqueiros nacionais. Depois do trabalho, é claro, aproveitaram para degustar os quitutes. "Gosto muito desse tipo de evento, com comida boa, cerveja artesanal e um pessoal tocando", afirma o violonista Frank Hoenner.

André Porto
Imagem: André Porto

Em seguida, o público curtiu o som do Trio Garapé, que tocou clássicos de Luiz Gonzaga e outros grandes representantes da música nordestina.

Para este domingo (19) estão previstos também dois pocket shows e outras atrações, como workshops e palestras. Confira, a seguir, a programação completa.


Domingo - 19/05

14h - Masterclass: Christophe e Zeide Queijos Artesanais. | Zeide Farnaud, produtora da Christophe e Zeide Queijos Artesanais, de Natividade da Serra (SP) apresenta diferentes tipos de queijo de origem francesa e como a produção no Brasil se adapta a esses estilos.

15h - Pocket show: Cachorro Véio | o grupo apresenta um repertório formado por clássicos de Pixinguinha, Jacob do Bandolin, Severino Araujo, entre outros, e arranjos originais que exploram a sonoridade do violão 7 cordas.

16h - Masterclass: Gin San Basile | O bartender Caio Bologna, consultor da destilaria San Basile, que produz gin artesanal na região de Bragança Paulista, conta a história do gin e ensina os macetes para o preparo de um bom gim tônica - reconhecido como "drinque clássico" pela International Barmen Association.

17h - Pocket show: Kahue Morais | cantor, percussionista e integrante do projeto Arames e Batiques, faz um show calcado em percussão e cordas, com um repertório de samba e pegada jazzística.

Vai lá:

Urban Taste Cultura de Boteco | Virada Cultural 2019 no MCB
Dias 18 e 19 de maio
Sábado, das 12h às 22h
Domingo, das 12h às 20h
Entrada Gratuita

Museu da Casa Brasileira
Av. Faria Lima, 2705
Tel.: (11) 3032-3727

Mais Cultura e lazer