PUBLICIDADE
Topo

Cultura e lazer

Viva a cidade. Saboreie experiências.


Cultura e lazer

A SP da cantora Ana Cañas: sarau, cinema e restaurante grego estão na lista

A cantora e compositora Ana Cañas - Bruno Santos/Folhapress
A cantora e compositora Ana Cañas Imagem: Bruno Santos/Folhapress

Adriana Terra

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/10/2017 04h00

Para a cantora Ana Cañas, nascida e criada em São Paulo, o que torna a cidade especial é o fato de que ela não é uma só, podendo sempre surpreender. "Eu moro aqui há 37 anos e ainda tenho essa sensação de que existe uma cidade para se descobrir, e isso faz com que eu queira ficar aqui", diz ela.

Circulando bastante pela capital paulista, seja para fazer show, seja para conhecer novas movimentações culturais, a cantora montou um roteiro que inclui sarau na zona sul, restaurante grego no Bom Retiro, cinema na Paulista, além de café e passeios pela região da Augusta e do centro, por onde gosta de caminhar.

Para quem quer aproveitar as sugestões e ainda ver uma apresentação da Ana, neste domingo (8) ela faz show no ato contra o assédio "Então Eu Grito", na avenida Paulista, e na segunda quinzena do mês ela se apresenta na 9ª Mostra Cultural da Cooperifa, que ocorre na zona sul.

Sarau da Cooperifa

Integrantes da Cooperifa recitam poemas durante sarau em um bar no Capão Redondo - Nelson Almeida/AFP - Nelson Almeida/AFP
Imagem: Nelson Almeida/AFP

"Vou começar indicando esse evento que eu acho muito especial. É muito a resistência que vem da quebrada, de uma área periférica onde o Estado atua muito pouco e você vê um trabalho brilhante sendo realizado. É muito emocionante ver pessoas que recitam seus poemas ou de outros atores. E é no bar do Zé Batidão, um bar que o pai do Sérgio Vaz [poeta e organizador do sarau] era dono. Acho que é legal ser num bar, num boteco, faz as pessoas saírem da bolha", acredita ela.

O sarau da Cooperifa tem história: acontece há 15 anos na zona sul da cidade, promovendo noites de poesia, shows e debates.

Vai lá:
Bar do Zé Batidão
R. Bartolomeu dos Santos, 797 - Jardim Guarujá
Tel.: (11) 2737-8274. Mais infos aqui.

Grego no Bom Retiro

Berinjelinha recheada com espinafre e ricota e creme gratinado - acrópolis - Divulgação/Restaurante Acrópolis - Divulgação/Restaurante Acrópolis
Berinjelas recheadas com espinafre e ricota e creme gratinado do Acrópoles
Imagem: Divulgação/Restaurante Acrópolis
"Um restaurante que eu amo é o Acrópoles, no Bom Retiro, que é um grego que me lembra um pouco a casa da minha avó, apesar de a minha família ser espanhola, mas pelo clima, essa coisa de você se servir. E tem um moussaka vegetariano que eu adoro. A comida é muito boa e o atendimento é maravilhoso. Programa imperdível para dar um rolê pelo Bom Retiro”, garante ela.

O Acrópoles funciona desde 1959 servindo pratos como ensopado de polvo, carneiro com alcachofra, salada com queijo feta, tudo regado a muito azeite.

Vai lá:
Acrópoles
R. da Graça, 364 - Bom Retiro
Tel.: (11) 3223-4386

Cinema na Paulista

Reserva Cultural e Teatro Gazeta - Rafael Roncato/UOL - Rafael Roncato/UOL
Imagem: Rafael Roncato/UOL

"Tem o Reserva Cultural que eu acho bem legal. Eles são um cinema de resistência também, muitas vezes tem filmes que só estão em cartaz lá. E aí você já tá na avenida Paulista, pode aproveitar e dar um rolê nela fechada no domingo, pegar a rua Augusta que é boa pra fazer compras, ver roupa, tênis. Eu estou em um momento desapego, mas estou sempre sentindo o movimento, conversando com a galera. Me faz bem estar dialogando com a multiplicidade e a diversidade da cidade, e esses são lugares em que a vida jovem pulsa", diz Ana.

O Reserva Cultural abriu as portas em São Paulo em 2005, e além de cinema tem livraria e uma boulangerie com quitutes franceses.

Vai lá:
Reserva Cultural
Av. Paulista, 900
Tel.: (11) 3287-3529

Café + praça Roosevelt

Café Por um punhado de dólares - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

"Tem um café massa que é o Por um Punhado de Dólares. Tem cafés maravilhosos, uns baristas muito bons. E dali você já pode ir pra [praça] Roosevelt ver os slams [batalhas de poesia] que acontecem por lá", sugere Ana, citando o Slam das Minas, que é realizado no último domingo do mês de forma itinerante, por vezes ocorrendo no centro da cidade. "Vale muito a pena ver, dá uma explodida na cabeça", garante ela.

O Por um Punhado de Dólares, café com nome inspirado no filme de Sérgio Leone, serve -- além de cafés -- refrescos com chá, salgados e bolos clássicos como de cenoura. O local tem também discotecagens, sazonalmente.

Vai lá:
Por um Punhado de Dólares
Rua Nestor Pestana, 115
Tel.: (11) 3214-5891

Cultura e lazer