Topo

Athletico vence Fla por 3 a 0 e vai à final da Copa BR contra Atlético-MG

Do UOL, no Rio de Janeiro

27/10/2021 23h31

Classificação e Jogos

O Athletico teve uma postura tática praticamente perfeita na noite de hoje (27), venceu o Flamengo por 3 a 0 no Maracanã e avançou para a final da Copa do Brasil. Revoltados, torcedores da equipe carioca xingaram o técnico Renato Gaúcho e pediram Jorge Jesus. No jogo de ida, na Arena da Baixada (PR), as equipes haviam empatado em 2 a 2.

Os gols do Athletico foram marcados por Nikão, aos 9 e 52 minutos do primeiro tempo, e por Zé Ivaldo, aos 43 minutos da segunda etapa. Khellven, do time paranaense, foi expulso aos 35 minutos da etapa final.

O adversário dos paranaenses na decisão será o Atlético-MG, que eliminou o Fortaleza após vitórias por 4 a 0, em Belo Horizonte (MG), e 2 a 1, na capital cearense. Os jogos da finalíssima acontecerão nos dias 12 e 15 de dezembro.

Quem foi bem - Nikão

O atacante do Athletico-PR estava inspiradíssimo em campo. No primeiro gol, cobrou bem um pênalti diante de um dos maiores pegadores do futebol mundial, que é Diego Alves. No segundo, utilizou-se de uma de suas principais características, o chute forte, quando o goleiro rubro-negro aceitou. Além disso, incomodou a todo o momento a defesa do Flamengo.

Quem foi mal - Diego

Escalado para ocupar uma vaga no meio com a ausência de Arrascaeta, Diego não esteve em boa noite. Ineficaz na saída de bola, o camisa 10 marcou mal e não conseguiu acompanhar o ritmo alucinante do jogo. O meia foi substituído por Michael e o Fla foi uma equipe mais incisiva e organizada, já que Andreas Pereira recuou um pouco e conseguiu enxergar o jogo mais de frente. Gabigol e Everton Ribeiro também decepcionaram.

Renato xingado e nome de Jesus gritado

Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Mesmo com a partida ainda se encaminhando para o fim, a torcida do Flamengo demonstrou sua revolta e xingou o técnico Renato Gaúcho com os gritos de: "Ei, Renato, vai....". Em seguida, entoaram o cântico que virou uma marca registrada de Jorge Jesus em 2019: "Olê, olê, olê, olê! Mister! Mister!".

Bruno Henrique voluntarioso; Gabigol apagado

Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Retornando à equipe após se recuperar de lesão, a dupla Bruno Henrique e Gabigol teve atuações distintas. O primeiro foi voluntarioso e buscou as jogadas a todo o momento, embora não tivesse brilhado. Já o segundo esteve apagado e muito bem marcado em campo.

Atuação do Flamengo

O Flamengo foi um time que tentou se valer de seus talentos individuais desde o início. Em uma noite de atuação coletiva ruim, a equipe foi incapaz de jogar de forma agrupada e fez do abafa a sua principal arma. Quando perdia a bola, o Rubro-negro carioca foi um time totalmente desorganizado e lento na recomposição. Quando perdia por 2 a 0, o Fla subiu consideravelmente, criou oportunidades mais claras, porém não conseguiu concluir com precisão.

Atuação do Athletico

O Athletico veio ao Maracanã com o propósito de dar a bola para o Flamengo e esperar as brechas defensivas do rival, e fez com competência. Embora corresse riscos, soube explorar o nervosismo do adversário e foi fatal quando se lançou a frente, se aproveitando de uma noite ruim da defesa do time da Gávea.

Cronologia do jogo

Os gols do Athletico foram marcados por Nikão aos 9 e 52 minutos do primeiro tempo. Khellven, do time paranaense, foi expulso aos 35 minutos do segundo tempo.

VAR tem bastante trabalho na partida

O VAR teve bastante trabalho na partida no Maracanã. Primeiramente, foi acionado no lance que originou o pênalti para o Athletico, quando Filipe Luís deu um toque em Renato Kayzer. Inicialmente, o árbitro Wilton Pereira Sampaio não havia assinalado a infração, porém, após consultar a televisão, apontou para a cal. Do lance até o gol, o jogo ficou paralisado cinco minutos.

Em seguida, aos 31, Sampaio viu um pênalti de Thiago Heleno sobre Bruno Henrique. O árbitro foi chamado para consultar o VAR e, três minutos depois, verificou que não houve nada.

Já no segundo gol de Nikão, a arbitragem de vídeo chegou a verificar uma possível infração do Athletico no início da jogada, mas nada foi constatado e Sampaio sequer foi até a TV.

Michael dá nova vida ao Fla

O atacante Michael saiu do banco de reservas para injetar um novo ânimo no time do Flamengo, que fez um primeiro tempo ruim no Maracanã. Pelo lado esquerdo, o camisa 19 abriu espaços na fechada zaga rival e foi responsável por criar as melhores oportunidades. Incluindo um quase gol de placa, onde costurou a zaga do Athletico e a bola bateu no travessão.

A entrada do Flamengo em campo

Aquecimento do Athletico

Torcida do Fla recepciona time com "rua de fogo"

Os torcedores do Flamengo fizeram uma grande festa para recepcionar o ônibus com a delegação rubro-negra. Eles fizeram a chamada "rua de fogo" com sinalizadores.

A chegada do Athletico ao Maracanã

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 0 X 3 ATHLETICO
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 21h30 (horário de Brasília)
Competição: Semifinais da Copa do Brasil
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Cartões amarelos: Willian Arão, Kenedy (FLA); Erick, Renato Kayzer, Khellven (ATH)
Cartões vermelhos: Khellven (ATH)
Gols: Nikão, aos 9 minutos do primeiro tempo (ATH); Nikão, aos 52 minutos do segundo tempo (ATH); Zé Ivaldo, aos 43 minutos do segundo tempo (ATH)

Flamengo: Diego Alves, Isla (Matheusinho), Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís (Ramon); Willian Arão (Vitinho), Diego Ribas (Michael), Andreas Pereira e Everton Ribeiro (Kenedy); Bruno Henrique Gabigol. Técnico: Renato Gaúcho.

Athletico: Santos, Pedro Henrique (Zé Ivaldo), Thiago Heleno e Nico Hernández; Marcinho (Khellven), Érick, Léo Cittadini e Abner; Nikão, David Terans (Pedro Rocha) e Renato Kayzer (Christian). Técnico: Alberto Valentim.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Athletico vence Fla por 3 a 0 e vai à final da Copa BR contra Atlético-MG - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Futebol