Sustentabilidade

Prêmio UOL Carros 2018

Murilo Góes/UOL

Primeiro híbrido flex do mundo

UOL Carros acompanhou testes

Toyota - Híbrido Flex: 196 pontos

Melhor projeto de Sustentabilidade do ano

O vencedor da categoria "Sustentabilidade" do Prêmio UOL Carros 2018 representa mais que um processo produtivo voltado ao ao uso racional de recursos naturais em escala industrial -- projetos que além de reduzirem a "pegada ambiental" podem melhorar a imagem das empresas perante o público. A Toyota apresentou um modelo motriz limpo e desenvolvido nacionalmente, o sistema "Híbrido Flex", que une um motor elétrico a outro motor a combustão que pode ser abastecido com gasolina ou etanol.

Pioneiro no mundo, o sistema híbrido flex da Toyota está sendo lançado oficialmente nesta quinta-feira (13), em cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília. Esse sistema é mais econômico e eficiente que um sistema flex convencional e mais limpo que um similar híbrido só a gasolina ou diesel.

Oficialmente, ainda não há definição de quais veículos serão equipados com motores híbridos flex: o primeiro modelo chega às lojas no final de 2019.

Mas o governo de Michel Temer garantiu que o "Rota 2030" (a nova lei para o setor automotivo nacional) contemple iniciativas como esta com redução de até 2 pontos percentuais no IPI, em relação a projetos convencionais similares, desde que produzidas localmente. Há ainda benefícios já existentes em termos de impostos de importação e isenção de restrições como rodízio de veículos.

UOL Carros pode apontar, porém, que este projeto servirá não apenas a uma configuração flex do Prius, mas também à nova geração do Corolla, carro médio mais vendido do país -- o sedã médio será apresentado, de fato, em 2019. Depois será a vez dos utilitários Hilux e SW4, que terão configuração híbrida até 2025. De fato, os planos da Toyota incluem ter pelo menos uma configuração com sistema híbrido flex de cada um dos modelos vendidos localmente.

"Este é um trabalho que envolveu diversos agentes, como governo, entidades, fornecedores, concessionários e, claro, nossos colaboradores, que trabalham incessantemente sob a filosofia da melhoria contínua. Além disso, destaca o Brasil no cenário mundial das alternativas para a eletro mobilidade, como produtor de um dos automóveis mais limpos do mundo, em consonância com o Programa Rota 2030", disse Rafael Chang, presidente da Toyota do Brasil, em cerimônia no Planalto.

"Estamos muito contentes por receber dois prêmios, um com o projeto do Toyota Prius Híbrido Flex, outro com o Yaris", afirmou Celso Simonura, vice-presidente de Compras, Pesquisa e Desenvolvimento e Relações Governamentais da Toyota do Brasil, durante o anúncio do Prêmio UOL Carros, em novembro. A empresa também foi a vencedora da principal categoria, "Destaque do Ano".

UOL Carros acompanhou projeto

O projeto desenvolvido pela Toyota é resultado de quase três anos de testes. USP e UnB propuseram junto à Toyota alterações para rodar com etanol como a recalibração da central eletrônica para identificar o novo combustível, o tratamento de diversos componentes para suportar a maior ação corrosiva do etanol e a adoção da flauta de aquecimento para realizar a partida a frio.

UOL Carros, inclusive, acompanhou uma viagem de 1.500 km de São Paulo para Brasília, no qual anotou consumo médio de 12 km/l de etanol em percurso rodoviário. A grande vantagem da tecnologia híbrida flex, além do baixo consumo, é justamente a matriz limpa do etanol, cuja produção, a partir da cana-de açúcar, compensa as emissões de CO2 por meio da fotossíntese.

O motor 1.8 flex usado em testes, acoplado ao sistema elétrico, já deve fazer parte da nova linha de motores que equipará essa nova geração do Corolla -- além da configuração 1.8, teremos também como opções o 2.0 híbrido e o 2.0 aspirado. Nos utilitários, espera-se atualização dos motores 2.7 VVT-i flex para o sistema híbrido.

No começo da história, modelos como o Prius Flex seguirão sendo importados do Japão, uma vez que a maioria dos componentes é fabricada lá. Mesmo o motor do novo Corolla deve chegar por importação. Os planos, porém, incluem nacionalização, incentivada pela assinatura da lei do "Rota 2030".

"Nosso compromisso é aplicar estas tecnologias em série, pois só assim podemos conseguir os benefícios prometidos por nós. Meu sonho é que a Toyota seja a primeira marca a produzir veículos híbridos no Brasil", afirmou Steve St. Angelo, chefão da Toyota na América Latina e Brasil (na imagem, junto ao Prius Flex).

Outros finalistas

  1. 2

    HPE/Mitsubishi - Pró Verde/Pró Brasil: 146 pontos

    Nos 15 anos das principais competições de rali apoiadas pela HPE Brasil, a representante da Mitsubishi no país, a ação integrou competição e ações sociais, como replantio de vegetação em Catalão (GO), onde fica a fábrica da HPE. Já no estado de São Paulo, uma parceria da empresa com ONU/Unesco resultou em ações de conscientização ambiental no Petar, localizado no interior do estado, e distribuição de alimentos a famílias nos percursos percorridos pelas competições off-road da companhia promovidos em todo o país.

    Imagem: Divulgação
  2. 3

    FCA/Tamar: 138 pontos

    Iniciativa conjunta da fabricante com a ONG de preservação ambiental teve início em 2014, em Pernambuco, e renovada ao longo dos anos. A fábrica da Jeep, em Goiana (PE), tem viveiro para criação de 70 mil mudas de 289 diferentes espécies, sendo 27 em extinção -- meta é alcançar até 2024 o plantio de 208 mil mudas. Desde janeiro deste ano, a FCA disponibiliza SUVs como Wrangler, Renegade e Compass, todos com tração 4×4, para as unidades regionais do Tamar, usados nos deslocamentos de difícil acesso no acompanhamento da desova e nascimento dos filhotes de tartarugas no litoral.

    Imagem: Murilo Góes/UOL
  3. 4

    GM - Fábrica Verde de Gravataí (RS): 127 pontos

    General Motors recebeu este ano a certificação internacional "Energy Star" para Gravataí, onde são produzidos os modelos Onix (o carro mais vendido do Brasil e da América do Sul) e Prisma, concedida pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos a empresas que reduziram seu consumo energético em pelo menos 10% em um período de cinco anos. Entre 2013 e 2017, a redução no consumo da fábrica gaúcha foi suficiente para abastecer cerca de 9.550 residências durante cerca de um ano, meta atingida com desligamentos programados, melhorias na iluminação e otimização de processos de pintura.

    Imagem: Divulgação
  4. 5

    VW - Gestão Energética de SBC (SP): 113 pontos

    A Volkswagen recebeu "Certificação ISO 50001" em São Bernardo do Campo (SP) pela gestão de energia na produção de automóveis, reduzindo em 10,4% o consumo por veículo produzido na comparação com 2017, graças a iniciativas como uma central hidrelétrica instalada na própria planta, responsável por gerar 21% da eletricidade consumida pela empresa no ano passado. Além disso, a energia usada pela VW em outras áreas vem exclusivamente de fontes 100% renováveis. Há ainda geração de eletricidade nos testes de rodagem de veículos montados, que aceleram sobre rolos ligados a um gerador.

    Imagem: Divulgação

Prêmio UOL Carros 2018

Com a chancela de ser realizado pela equipe editorial da maior empresa brasileira de conteúdo, tecnologia, serviços e meios de pagamentos digitais, o Prêmio UOL Carros chega à segunda edição prestigiando, mais do que lançamentos do mercado automotivo brasileiro (em oito categorias, incluindo o "Destaque do Ano"), também projetos de mobilidade, ações de sustentabilidade e tecnologias que movimentaram o setor.

São oito categorias definidas pelo voto de júri especializado: "Destaque do Ano" (a principal categoria), "Sustentabilidade", "Mobilidade", "Melhor Tecnologia/Inovação", "Melhor Importado", Melhor SUV Nacional", "Melhor SUV Importado" e "Melhor Picape". Em cada categoria, são cinco finalistas.

O júri

Tendo a jornalista e apresentadora Millena Machado como mestre-de-cerimônias, o Prêmio UOL Carros 2018 reuniu ainda executivos, engenheiros e assessores das principais empresas do setor automotivo do país, diretores do UOL e grandes nomes do jornalismo especializado em automóveis. 

Altamente especializado, o júri que definiu o resultado da premiação é composto por nove jornalistas renomados do eixo Rio-SP e também do Nordeste. São eles: Eugênio Augusto Brito (jornalista, editor de UOL Carros, vencedor do prêmio SAE), Andre Deliberato (jornalista, engenheiro, editor-assistente de UOL Carros, vencedor do prêmio SAE), Leonardo Felix (repórter de UOL Carros, vencedor do prêmio SAE), Vitor Matsubara (repórter de UOL Carros), Murilo Góes (editor de imagens de UOL Carros), Joel Leite (colunista de UOL Carros, radialista, especialista em Meio Ambiente e Semiótica), Benê Gomes (jornalista, editor do programa Auto+), Jorge Moraes (jornalista, influenciador digital, editor do Diário de Pernambuco, apresentador, colunista da rádio CBN/PE) e Fernando Miragaya (jornalista, editor do Autorama Podcast, colaborador do UOL, ex-editor dos jornais Globo, Extra, Estadão).

Em cada categoria, os votos de cada jurado foram transformados em pontos, cuja soma e ranqueamento definiram vencedores e demais colocados.

Além disso, em ano de Salão do Automóvel de São Paulo, temos a escolha do "Destaque do Salão do Automóvel 2018". É uma categoria singular, por contar com o voto popular diretamente no estande de UOL Carros.

Ampliado e melhorado

André Vinicius, diretor executivo de Publicidade do UOL, ressalta o maior porte da premiação de 2018. 

"Estar fazendo o Prêmio UOL Carros com esta dimensão e grandiosidade e poder materializar a relevância de UOL Carros no setor automotivo, como principal veículo digital de produção de conteúdo do Brasil, é muito importante", afirmou.

Diretor de Conteúdo do UOL, Murilo Garavello apontou ainda os números recordes de audiência, que reiteram a liderança como maior empresa de conteúdo, tecnologia, serviços e meios de pagamentos digitais, bem como de UOL Carros: "Neste mês [de outubro] tivemos recorde de audiência de UOL Carros, com eventos como o Salão do Automóvel, passando de 10 milhões de acesso no mês, e também batemos recorde incrível em outubro com a maior audiência da história do UOL, com 102 milhões de visitantes únicos".

Segundo o diretor, "é adequado que o Prêmio UOL Carros esteja deste tamanho e que próxima [edição do prêmio] seja bem maior".

Todos os vencedores

Os melhores do setor automotivo

Categorias do Prêmio UOL Carros

  • Mobilidade

    Vencedor: Eletrovia Rio-SP - BMW/EDP/Postos Ipiranga. Outros finalistas: Acessibility  Mat - Ford do Brasil; Eletrovia Paraná - Copel/Itaipu Binacional/ABB; Projeto Biomob - Nissan do Brasil/Biomob/L'Oreal; Volvo Eletropontos - Volvo/Rede Iguatemi/Grupo Pão De Açucar/Efacec.

    Imagem: Arte UOL
  • Melhor Tecnologia/Inovação

    Vencedor: Volvo XC40. Outros finalistas: BMW i3 2019; Mercedes-Benz C 200 EQ Boost; Renault K-Commerce; VW manual cognitivo.

    Imagem: Arte UOL
  • Melhor Picape

    Vencedor: Volkswagen Amarok V6. Outros finalistas: Chevrolet S10  Midnight; Fiat Toro Endurance; Nissan Frontier 2019; Toyota Hilux 2019.

    Imagem: Arte UOL
  • Melhor Importado

    Vencedor: Ford Mustang. Outros finalistas: BMW X2; Peugeot 5008; Volkswagen Jetta 2019; Volvo XC40.

    Imagem: Arte UOL
  • Melhor SUV Importado

    Vencedor: Volkswagen Tiguan  Allspace. Outros finalistas: Jaguar E-Pace; Lifan  X80; Mitsubishi Eclipse Cross; Porsche Cayenne.

    Imagem: Arte UOL
  • Melhor SUV Nacional

    Vencedor: Citroën C4 Cactus. Outros finalistas: Caoa Chery Tiggo 2; Ford Ecosport  Storm; Honda HR-V 2019; Jeep Renegade 2019.

    Imagem: Arte UOL
  • Destaque do Ano

    Vencedor: Toyota Yaris. Outros finalistas: Citroën C4 Cactus; Fiat Cronos; Ford Ka 2019; Volkswagen Virtus.

    Imagem: Arte UOL
  • Destaque do Salão de SP

    McLaren Senna: carro de R$ 8 milhões é eleito pelo público

    Imagem: Murilo Góes/UOL
  • Sustentabilidade

    Vencedor: Toyota - Híbrido Flex: 196 pontos. 2º HPE/Mitsubishi - Pró Verde/Pró Brasil: 146. 3º FCA/Tamar: 138. 4º GM - Fábrica Verde de Gravataí (RS): 127. 5º Volkswagen - Gestão Energética de SBC (SP): 113.

    Imagem: Murilo Góes/UOL

Curtiu? Compartilhe.

Topo