Onix Plus x Hyundai HB20S

Recém lançados, os sedãs médios trazem tecnologia e equipamentos que elevaram o padrão da categoria

Alessandro Reis Do UOL, em São Paulo
Murilo Góes/UOL

Os SUVs estão na moda, mas os sedãs compactos bem equipados também estão no radar dos consumidores. Prova disso é que nos últimos dois anos essa categoria foi invadida por novidades, agregando sofisticação e itens tecnológicos antes vistos somente em modelos maiores e mais caros.

Os mais recentes lançamentos de sedãs médios envolvem dois modelos que tradicionalmente vendem bem: as novas gerações do Chevrolet Onix Plus, que estreou em setembro, e do Hyundai HB20S, que acaba de chegar às concessionárias.

Ambos apresentaram uma evolução considerável em relação aos seus antecessores, oferecendo mais espaço interno, motores eficientes e bons de acelerar e, especialmente nas versões mais caras, equipamentos que elevaram o patamar do segmento: sensor de chave, partida do motor por botão, indicador de pressão dos pneus e cabine com acabamento em dois tons.

Tradicionais rivais, Onix Plus, que é o sucessor do antigo Prisma, e HB20S medem forças nas suas versões mais completas no duelo de UOL Carros. Veja qual delas entrega o melhor custo-benefício pelo preço que cobra.

Onix Plus Premier

Preço: R$ 74.090 (unidade avaliada: R$ 77.900)
Motor: 1.0, 12V, 3 cilindros em linha, turbo flex, injeção indireta
Potência: 116 cv a 5.500 rpm
Torque máximo: 16,8/16,3 kgfm a 2.000 rpm
Câmbio: automático de seis marchas
Aceleração de 0 a 100 km/h: 9,7 segundos
Velocidade máxima: não informada
Consumo: 8,6 km/l (cidade) e 10,9 km/l (estrada) com etanol; 12 km/l (cidade) e 15,7 km/l (estrada) com gasolina
Dimensões: comprimento 4,47 m, largura 1,73 m, altura 1,47 m, entre-eixos 2,60 m
Porta-malas: 469 litros
Peso: 1.117 kg
Tanque: 44 litros

HB20S Diamond Plus

Preço: R$ 81.290 (unidade avaliada: R$ 82.240)
Motor: 1.0, 12V, 3 cilindros em linha, turbo flex, injeção direta
Potência: 120 cv a 6.000 rpm
Torque máximo: 17,5 kgfm a 1.500 rpm
Câmbio: automático de seis marchas
Aceleração de 0 a 100 km/h: 9,7 segundos
Velocidade máxima: 191 km/h
Consumo: 8,8 km/l (cidade) e 11 km/l (estrada) com etanol; 12,7 km/l (cidade) e 15,6 km/l (estrada) com gasolina
Dimensões: comprimento 4,26 m, largura 1,72 m, altura 1,47 m, entre-eixos 2,53 m
Porta-malas: 475 litros
Peso: 1.120 kg
Tanque: 50 litros

Murilo Góes/UOL Murilo Góes/UOL

Equipamentos

Mais barato, Onix Plus traz itens mais úteis no dia a dia

No quesito segurança, a dupla é bem atendida. Ao trocar de geração, ganhou mais quantidade de aços de alta resistência na estrutura, para maior absorção de impactos, bem como controles de tração e estabilidade de série. O Onix Plus, inclusive, levou nota máxima no teste de impacto do Latin NCAP na proteção tanto para adultos quanto para crianças, enquanto o HB20S ainda não foi submetido ao crash-test da entidade.

Parte da boa avaliação do Chevrolet se deve ao fato de trazer seis airbags de série em todas as versões, ao passo que o Hyundai traz apenas as duas bolsas infláveis nas versões mais simples e quatro na configuração de topo Diamond Plus.

Além disso, o Onix Plus conta com sensor de ponto cego, extremamente útil no dia a dia, por contar com sensores laterais.

No entanto, o HB20S inova ao oferecer dois itens inéditos na categoria de compactos: alerta de colisão com frenagem automática de emergência (a velocidades até 50 km/h) e alerta de mudança involuntária de faixa. Os dois recursos utilizam uma câmera no para-brisa e são itens de segurança ativa, pois ajudam a prevenir acidentes.

Murilo Góes/UOL Murilo Góes/UOL

Vida a bordo

Onix Plus é maior, mas HB20 ganha por oferecer interior mais confortável e sofisticado

Os dois sedãs são equipados com motor 1.0 turbo flex de três cilindros sem tanquinho de partida a frio, mais transmissão automática de seis marchas. No entanto, somente o HB20S traz injeção direta, dentro da câmara de combustão, que traz como vantagens torque máximo em rotações mais baixas e, teoricamente, menor consumo.

No Onix Plus, a injeção é convencional, do tipo indireto, que pulveriza o combustível no coletor de admissão. Os dois são leves, com peso na casa dos 1.120 kg, e com os novos motores andam surpreendentemente bem. Basta pisar no acelerador que as respostas são quase instantâneas.

Os números de aceleração informados pelas fabricantes, pouco abaixo de dez segundos, são idênticos. Mesmo sem injeção direta, o Onix aparenta é mais esperto nas arrancadas e nas retomadas, especialmente em velocidades mais baixas - condição na qual os sedãs serão mais usados, em ciclo urbano.

Motores de três cilindros são naturalmente mais ruidosos, porém no Chevrolet, o único que traz manta acústica sob o capô, as vibrações são muito menos sentidas do que no Hyundai, Por outro lado, o HB20S tem transmissão ainda melhor que a do rival, com trocas rápidas e suaves mais as citadas aletas no volante - no Onix Plus, as trocas são feitas por meio de um botão no pomo da alavanca de câmbio, bem menos convidativo.

Nessa nova geração, ambos trazem um acerto de suspensão mais firme para melhorar a dirigibilidade, mas sem comprometer o conforto. O Chevrolet é um pouco mais assentado e também traz direção mais direta. Chega a ser empolgante, e o concorrente não fica muito atrás.

Murilo Góes/UOL Murilo Góes/UOL

Conectividade

Onix Plus ganha por ampla margem ao oferecer 4G dedicado com roteador W-Fi

Nas versões mais completas, Onix Plus e HB20S não são baratos e trazem preços na faixa de SUVs compactos de entrada. Por um lado, isso é bom, porque entregam mais itens por menos dinheiro.

O Onix Plus Premier parte de R$ 74.090 e o preço sobe a R$ 77.150 com o pacote de R$ 3.060 que agrega interior bicolor; sensores de estacionamento dianteiros, laterais e traseiros; sistema de estacionamento automático; alerta de ponto cego; e bancos com revestimento sintético que simula couro. Com a cor branca Summit das fotos, há um acréscimo de R$ 750, elevando o custo a R$ 77,9 mil.

O Chevrolet também traz, dentre os itens de série nessa configuração, carregamento de celular por indução, ar-condicionado digital e banco traseiro duas portas USB.

Já o HB20S Diamond Plus custa R$ 81.190 e não traz opcionais. Com a pintura prata Sand da unidade avaliada, que custa R$ 1.050, é preciso desembolsar R$ 82.240 no total. Mais caro, o Hyundai não oferece os itens mencionados acima, exceto os bancos revestidos com material similar a couro e os sensores traseiros.

Por outro lado, contra-ataca com itens indisponíveis no rival: alerta sonoro e visual de mudança involuntária de faixa; alerta de colisão com frenagem automática, retrovisores com rebatimento elétrico, aletas no volante para troca manual de marchas, sistema start-stop (que desliga automaticamente o motor em semáforos para poupar combustível) e para-sóis com iluminação.

Murilo Góes/UOL Murilo Góes/UOL

Desempenho

Onix Plus anda mais, traz melhor acerto de suspensão e leva a melhor

Quando a família HB20 estreou, lá em 2012, um dos aspectos que mais chamou a atenção foi o acabamento interno acima da média para um carro compacto. Com a chegada da segunda geração, a história não é diferente. Aliás, o sedã HB20S ficou ainda melhor nesse quesito.

Ele e o concorrente da Chevrolet trazem predominância de plásticos rígidos na cabine, o que não é nenhum demérito considerando sua categoria. No entanto, o Hyundai traz um habitáculo mais agradável, combinando materiais de texturas variadas, bancos dianteiros com melhor apoio lombar e posição um pouco mais baixa para dirigir - o que vai agradar que gosta de sentir o carro mais "na mão".

O HB20S passa uma sensação maior de sofisticação, ao passo que o rival investe em uma abordagem mais arrojada, com interior cheio de vincos e recortes.

O Onix Plus, porém, cresceu bastante na troca de geração, aproximando-se do porte do Cobalt, enquanto o sedã da Hyundai ampliou o espaço interno apenas marginalmente.

Murilo Góes/UOL Murilo Góes/UOL

Segurança

HB20S inova ao trazer frenagem automática e vence nesse quesito

Os dois sedãs trazem boas centrais multimídia, compatíveis com Android Auto e Apple CarPlay, fáceis de operar e bastante responsivas aos comandos de toque na tela. No HB20S, ela mede oito polegadas, contra sete do rival.

Além de oferecer tela mais ampla, o Hyundai também oferece duas entradas USB para os ocupantes dos bancos dianteiros, uma delas de carregamento rápido - já o Chevrolet tem uma porta na dianteira.

Porém, o Onix Plus acrescenta ao pacote duas entradas USB para os ocupantes do assento traseiro, mais a recarga de dispositivos móveis por indução, sem usar fios. Nele, a interface de operação da multimídia é mais intuitiva e também mais rápida.

A vantagem para o Chevrolet fica ainda maior ao levar em conta que ele oferece conexão 4G dedicada para acesso à internet, que pode ser compartilhada via internet por até sete celulares simultaneamente. Também permite que até dois aparelhos sejam conectados via Bluetooth ao mesmo tempo. O Onix Plus também traz o serviço de concierge OnStar. Vale lembrar que o 4G e o OnStar exigem pagamento de mensalidade.

Murilo Góes/UOL Murilo Góes/UOL

Vencedor

Chevrolet Onix Plus é o melhor na média e fica com a vitória

Mais barato e espaçoso, o Onix Plus também oferece mais desempenho, tudo isso com economia de combustível. Tanto ele quanto o HB20S são extremamente eficientes nesse aspecto - com eles, dá para chegar a médias superiores a 15 km/l com etanol na estrada.

Além disso, o Chevrolet consegue ser melhor na média, sem ser brilhante em nenhum quesito. Oferece equipamentos úteis e bastante desejados no dia a dia e é o primeiro compacto ao disponibilizar acesso dedicado à internet, em tempos nos quais a conectividade é muito valorizada pelos compradores de automóveis.

Também conta com a maior rede de concessionários do Brasil. Mesmo com a imagem arranhada por conta dos recentes episódios de incêndio, que inclusive motivaram um recall, a General Motors se mexeu e rapidamente apresentou uma solução ao problema, que consiste em uma atualização de software. A fabricante, inclusive, informa que a maioria dos veículos afetados já foi consertada.

Por conta de todos esses aspectos, o Onix Plus é o vencedor deste duelo.

Murilo Góes/UOL

Curtiu? Compartilhe.

Topo