PUBLICIDADE
Topo

CarnaUOL

João Doria é xingado e aplaudido após varrer Anhembi

Prefeito João Doria chega para o primeiro dia de desfiles do Carnaval de São Paulo, no Anhembi - Bernardo Barbosa/UOL
Prefeito João Doria chega para o primeiro dia de desfiles do Carnaval de São Paulo, no Anhembi Imagem: Bernardo Barbosa/UOL

Bernardo Barbosa

Do UOL, em São Paulo

25/02/2017 00h31

O prefeito João Doria (PSDB) ouviu aplausos, vaias e xingamentos ao entrar na pista de desfile do Sambódromo do Anhembi para varrer o local junto com um gari depois do desfile da Tom Maior.

Doria até arriscou alguns passos de samba ao lado do gari e ergueu a vassoura, numa espécie de saudação ao público. Neste momento, foi aplaudido por parte dos foliões.

No entanto, quando se aproximou do setor B para cumprimentar mais pessoas, começou a ser vaiado por parte da plateia. Do fundo do setor, começaram os xingamentos, que foram facilmente audíveis do outro lado da avenida --onde fica o camarote da prefeitura.

"Ei, Doria, vai tomar no c...", gritavam. O prefeito minimizou a saia justa. "O aplauso foi maior que a vaia", afirmou.

"Grafiteiros, eu aplaudo; pichadores, não"

Doria disse que "aplaude" os grafiteiros, mas não os pichadores, ao ser perguntado sobre o enredo da Acadêmicos do Tucuruvi, que leva a arte de rua para o Sambódromo de São Paulo neste primeiro dia de desfiles.

"Grafiteiros, eu aplaudo; pichadores, não", disse.

A Tucuruvi deve desfilar por volta das 4h40. Doria disse que não sabia se ficaria até o fim do desfile desta noite, que deve terminar já no começo da manhã de sábado.

CarnaUOL