UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/10/20/fifa-cre-que-brasil-recebera-mais-turistas-do-que-africa-torcedor-tera-85-dos-ingressos.htm
  • Fifa crê que Brasil receberá mais turistas do que África; torcedor terá 85% dos ingressos
  • 30/05/2020
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Fifa acha que o Brasil atrairá mais turistas do que a África no Mundial passado

Fifa acha que o Brasil atrairá mais turistas do que a África no Mundial passado

20/10/2011 - 10h22

Fifa crê que Brasil receberá mais turistas do que África; torcedor terá 85% dos ingressos

Carlos Padeiro
Em Zurique (Suíça)

Na avaliação da Fifa, o Brasil receberá em 2014 mais turistas do que a África do Sul, sede da Copa do Mundo de 2010. A entidade estipula que os torcedores comuns terão direito a uma carga superior a 85% dos ingressos para os jogos.

A conta é a seguinte: 65% para os torcedores em geral; 12% para cada seleção em determinada partida (o que dá 24%). A soma daria 89%. Como existem exceções, a organização do Mundial divulga com orgulho que mais de 85% das entradas ficarão com a torcida – o resto é para convidados, autoridades, imprensa etc.

As vendas antecipadas pela Internet começam no segundo semestre de 2013, depois da Copa das Confederações, cuja comercialização terá início em dezembro de 2012.

“Vamos vender separadamente, porque quando vendeu junto confundiu as pessoas. O torcedor vai, assiste à Copa das Confederações, gosta e volta para a Copa no ano seguinte”, comentou o diretor de marketing da Fifa, Thierry Weil, na manhã desta quinta-feira, durante reunião com a imprensa brasileira em Zurique, na Suíça.

Sobre a presença de turistas, a cúpula da Fifa elogia o bom momento econômico vivido pelo Brasil e vê mais atrativos aos estrangeiros. Além disso, considera que os países vizinhos, casos de Argentina, Paraguai, Uruguai etc, se envolvem mais com o futebol do que os africanos.

Existem ainda os pacotes de hospitalidade, cuja comercialização ocorre já partir do mês que vem. Incluem, além do ingresso, estacionamento preferencial, serviços de atendimento e programas de entretenimento.

A Fifa admite que na África do Sul a arrecadação com esse pacote não foi boa e espera reverter a situação em 2014. “No final do primeiro tempo, nós voltamos para casa com prejuízos bem grandes. Dois a zero para o adversário. Agora, as indicações são de que o Brasil nos dará um segundo tempo muito mais proveitoso. Hoje, a três anos da Copa, a demanda está sendo totalmente diferente em relação à África”, brincou Jaime Bayrom, executivo da empresa que vende os pacotes.

 

Placar UOL no iPhone