Suga açúcar, extrai colesterol e reduz risco de câncer: os benefícios da jabuticaba para a saúde

Por Thais Szego

Rica em fibras (2,3g em 100g), a jabuticaba ajuda na regulação do intestino, mas é crucial acompanhar com ingestão de água para evitar efeitos contrários.

iStock

As fibras reduzem a absorção de LDL, o "colesterol ruim", enquanto compostos fenólicos combatem seu acúmulo.

iStock

Com poucas calorias (58 em 100g), muitas fibras e antocianina, promove saciedade e modula hormônios relacionados ao apetite.

iStock

Compostos fenólicos conferem forte ação antioxidante, combatendo radicais livres e prevenindo flacidez e rugas.

iStock

A ação antioxidante protege contra o desenvolvimento de tumores, danificando os radicais livres responsáveis pelo dano ao DNA celular.

iStock

Antioxidantes ajudam a prevenir doenças neurodegenerativas, incluindo o Alzheimer.

iStock

O potássio relaxa as paredes dos vasos sanguíneos, melhorando a circulação e prevenindo a hipertensão.

iStock

Além da ação antioxidante, a jabuticaba evita problemas cardíacos.

iStock

A alta quantidade de vitamina C impulsiona o sistema imunológico, tem ação antioxidante e contribui para a saúde vascular.

iStock

A casca da fruta combate a esteatose hepática e reduz o risco de diabetes, sendo um cuidado necessário para diabéticos.

iStock

A jabuticaba contém ferro, essencial para o transporte de oxigênio no corpo, e previne a anemia.

iStock

Pode ser consumida in natura ou usada em sucos, geleias, licores, molhos e na preparação de farinha para diversas receitas.

iStock

É importante acompanhar o consumo de jabuticaba com água para evitar efeitos adversos, especialmente com relação às fibras.

iStock

Diabéticos devem consultar o médico antes de consumir jabuticaba, devido à presença de frutose.

iStock

Para mais informações, acesse VivaBem.

iStock
Publicado em 10 de novembro de 2023.