Suga açúcar do sangue, estimula imunidade e emagrece: os benefícios do palmito à saúde

Por Samantha Cerquetani

O palmito, extraído de várias espécies de palmeiras, como açaí, pupunha e juçara, destaca-se no Brasil por sua versatilidade na culinária.

iStock

Independente da variedade, o palmito oferece fibras, cálcio, potássio, sódio, magnésio, zinco, vitamina C e antioxidantes.

Divulgação

Originário da América do Sul, o Brasil é um dos principais produtores de palmito, conforme a Embrapa.

iStock

Com apenas 25 kcal em 100 g, o palmito é uma opção de baixa caloria e baixo teor de gordura.

Getty Images

Benefícios para o coração: O potássio e antioxidantes auxiliam na manutenção da pressão arterial, contribuindo para a saúde cardiovascular.

iStock

Apoiando o controle glicêmico: As fibras no palmito são aliadas para quem tem diabetes, auxiliando no controle glicêmico.

iStock

Estímulo à função cerebral: A presença de magnésio no palmito promove uma melhora na função cerebral, contribuindo para atividade neuromuscular, aprendizagem e memória.

iStock

Fortalecimento do sistema imunológico: Antioxidantes, como a vitamina C, ajudam na produção de células imunológicas, contribuindo para a prevenção de gripes e resfriados.

Getty Images/iStockphoto

Contribuição para o funcionamento intestinal: As fibras no palmito melhoram o trânsito intestinal, prevenindo a prisão de ventre.

iStock

Aumento da saciedade: Rico em fibras e pouco calórico, o palmito contribui para a sensação de saciedade e controle de peso.

iStock

Com cerca de 530 mg de sódio em 100 g, o palmito pode ser consumido com moderação por pessoas hipertensas, sendo recomendável fervê-lo por 15 minutos para reduzir a concentração de sódio.

iStock

Pessoas com problemas renais devem monitorar o consumo devido ao teor de potássio, que em excesso pode causar complicações.

iStock

Para mais informações, acesse VivaBem.

iStock
Publicado em 06 de fevereiro de 2024.