Desinflama, retira açúcar do sangue e emagrece: os benefícios da pera à saúde

Por Samantha Cerquetani

Reconhecidas pelo sabor doce e suave, as peras são frutas versáteis e nutritivas amplamente cultivadas no Brasil desde o período colonial, com mais de três mil espécies em todo o mundo.

iStock

Ricas em nutrientes essenciais como vitamina A, E, C, fibras, potássio, magnésio e cálcio, as peras também contêm antioxidantes como carotenoides e flavonoides.

Getty Images/iStockphoto

Com apenas 54 kcal em uma unidade média, as peras são frutas pouco calóricas, ideais para consumo entre as refeições.

(Reprodução/Imgur)

Ajuda no Funcionamento do Intestino: A presença de fibras, principalmente na casca, estimula os movimentos peristálticos, promovendo a formação adequada do bolo fecal e auxiliando na regularização do intestino.

iStock

Benefícios para o Coração: As fibras ajudam a reduzir o colesterol "ruim" e o potássio tem efeito vasodilatador, contribuindo para a saúde cardíaca e prevenção de doenças cardiovasculares.

iStock

Combate Inflamações: Flavonoides, vitaminas e ácido clorogênico presentes na pera possuem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, ajudando a prevenir o envelhecimento precoce.

iStock

Melhora o Controle Glicêmico: A pectina, fibra solúvel abundante na pera, auxilia no controle da glicemia, sendo indicada para pessoas com diabetes quando consumida com moderação.

iStock

Aumenta a Saciedade: As fibras e a alta quantidade de água retardam o esvaziamento gástrico, proporcionando sensação de saciedade e contribuindo para a redução do consumo de alimentos.

iStock

Benefícios para os Ossos: Com cálcio e magnésio, a pera pode colaborar na formação e mineralização dos ossos, sendo especialmente benéfica para mulheres após a menopausa.

iStock

Melhora a Visão: Carotenoides, betacaroteno, luteína e zeaxantina presentes nas peras auxiliam na prevenção de doenças degenerativas da visão, enquanto a vitamina A beneficia a saúde ocular.

iStock

Riscos e Contraindicações: Embora geralmente seguras, pessoas com alergias, diabetes (devido à frutose) e restrições de potássio devem consumir peras com moderação.

Thinkstock

A pera pode ser consumida in natura, crua, em preparações doces ou salgadas. A higienização adequada é essencial, e é possível congelá-la por até 15 dias para uso em sucos e smoothies.

Rubens Kato

Incluir peras na dieta contribui para atingir a recomendação diária da OMS de cinco porções de 80g de frutas, promovendo hábitos alimentares saudáveis.

iStock

Para mais informações, acesse VivaBem.

(Reprodução/Imgur)
Publicado em 29 de janeiro de 2024.