Água, papel ou lenço umedecido: qual o melhor jeito de se limpar?

Por VivaBem

Para algumas pessoas, ir ao banheiro pode ser uma tarefa difícil; para outras, o intestino funciona como um relógio.

iStock

O fato é que, independentemente da frequência, todos nós fazemos cocô --o popular número 2--, mas será que sabemos como limpar o ânus do jeito certo?

iStock

A maneira correta de higienizar a região perianal para retirar os resíduos de fezes que ficam após a evacuação é utilizando água e sabão.

iStock

Existem sabonetes específicos para realizar essa higienização, mas pode ser usado qualquer um, de preferência com pH neutro.

iStock

Fazer a higienização errada pode causar dermatite, maior inflamação da hemorroida e aumentar o risco de sangramento.

iStock

Para a higiene além do banho, a recomendação é evitar o uso de papel higiênico quando possível.

iStock

Isso porque ele não consegue remover todos os resíduos e os restos de fezes são irritativos à pele, além de piorar sintomas de condições na região, como fissuras e hemorroidas.

iStock

Ao entrar em contato com a vagina, os coliformes também causam infecções urinárias.

Getty Images/iStockphoto

Para quem evacua muito fora de casa e não consegue lavar com água e sabão, o uso do lenço umedecido se torna uma opção melhor do que o papel higiênico seco, mas não deve ser usado sempre.

iStock

Alguns lenços possuem produtos como perfume ou álcool, que podem alterar a microbiota (flora) da pele ao redor do ânus e causar irritação e reação alérgica.

iStock

Na falta do lenço umedecido, papel higiênico um pouco molhado pode servir para se limpar.

iStock

Em se tratando de homens, podem se limpar de trás para frente, mas mulheres devem sempre se limpar da frente para trás, para evitar risco de infecção urinária.

Thana Prasongsin/Getty Images

Uma higiene inadequada pode causar coceira, irritação, piorar hemorroidas e fissuras anais, e deixar a pele mais suscetível a infecções sexualmente transmissíveis -- como herpes e HPV.

iStock
Publicado em 14 de junho de 2024.