Solta intestino preso e reduz colesterol ruim: os benefícios do caqui à saúde

Por Samantha Cerquetani

Caqui, fruto originário da China e Japão, foi adaptado ao clima tropical brasileiro.

iStock

Variedade e Composição: Diversos tipos, formato similar ao tomate, rico em água, sabor adocicado, cerca de 70 kcal por 100 g.

iStock

Nutrientes Essenciais: Fonte de vitaminas A, C, fibras, cálcio, ferro, fósforo, magnésio, manganês, zinco, licopeno, betacaroteno e frutose.

iStock

Benefícios para o Coração: Antioxidantes reduzem riscos de doenças cardíacas, prevenção de aterosclerose, controle da pressão arterial e redução do LDL.

iStock

Saúde Intestinal: Rico em fibras (6,5g/100g), auxilia na consistência do bolo fecal e favorece a eliminação das fezes.

iStock

Controle da Pressão Arterial: Betacaroteno e potássio ajudam a regular a pressão arterial, expandindo vasos sanguíneos e relaxando músculos.

iStock

Benefícios para a Visão: Presença de luteína, zeaxantina e vitamina A, reduzindo risco de degeneração macular e contribuindo para o funcionamento da córnea.

iStock

Aumento da Imunidade: Vitamina C e licopeno estimulam a produção de glóbulos brancos, fortalecendo o sistema imunológico.

iStock

Recomendado para Gestantes: Rica em vitamina A, benéfica para o crescimento do feto, e fibra auxilia no trânsito intestinal regular.

iStock

Aliado para Atividade Física: Alto teor de açúcar fornece energia, potássio repõe minerais perdidos no suor, fibras contribuem para a saciedade.

Getty Images

Combate ao Estresse Oxidativo: Betacaroteno, vitamina C, E, flavonoides e licopeno atuam como antioxidantes, combatendo radicais livres e reduzindo inflamação.

iStock

Estudo sobre Artrite: Pesquisas em ratos sugerem eficácia do caqui no combate à inflamação associada à artrite reumatoide, aguardando estudos humanos para comprovação.

iStock

Contraindicações e Riscos: Consumo moderado recomendado para quem tem diabetes devido à concentração de glicose e frutose. Evitar em jejum ou grandes quantidades devido ao tanino que pode causar diarreia.

iStock

Consumo in natura é indicado, podendo ser com casca com cuidados de higienização. Versátil, pode ser usado em receitas de cremes, bolos, tortas, molhos, geleias, sorvetes, musses, vinagres e até mesmo em preparações com carnes, panquecas ou pães doces.

iStock

Para mais informações, acesse VivaBem.

Getty Images
Publicado em 23 de janeiro de 2024.