Equilibra açúcar no sangue, elimina gordura e reduz flatulência: os benefícios da alcachofra à saúde

Por Samantha Cerquetani

A alcachofra é uma planta nativa da região mediterrânea e foi introduzida no Brasil por imigrantes italianos no século 20.

iStock

Em 100 g de alcachofra encontramos 86,5% de água, proteínas, carboidratos, cálcio, fósforo, ferro, potássio, magnésio, vitaminas A, C, B2, e cerca de 60 calorias.

iStock

A alcachofra pode ser consumida em receitas variadas, como cozida, no vapor, grelhada, assada, recheada, empanada, em saladas, risotos, massas, e até sobremesas. O extrato é uma forma comum de suplementação.

Mauro Holanda/Divulgação

Redução do Colesterol: Estudos mostram que o extrato de alcachofra diminui o LDL (colesterol ruim), devido aos flavonoides e cinarina, além de inulina que ajuda a eliminar gorduras.

iStock

Saúde do Fígado: O consumo de extrato de alcachofra pode proteger o fígado, aumentando a produção de bile e removendo toxinas prejudiciais, com antioxidantes sendo os principais responsáveis.

iStock

Melhora da Digestão: O extrato de folhas de alcachofra melhora a digestão, reduzindo sintomas de indigestão e flatulências devido à cinarina e taninos.

iStock

Controle da Glicemia: A alcachofra possui baixo índice glicêmico e é rica em fibras, favorecendo a redução da glicemia e ajudando na prevenção e controle do diabetes.

iStock

Redução da Pressão Arterial: O potássio presente na alcachofra ajuda a dilatar os vasos sanguíneos, contribuindo para a redução da pressão arterial e combate ao estresse oxidativo.

iStock

Ajuda na Perda de Peso: As fibras da alcachofra aumentam a sensação de saciedade, ajudando no processo de emagrecimento quando combinada com hábitos saudáveis e dieta balanceada.

iStock

Potencial Anticancerígeno: Estudos em animais e tubos de ensaio sugerem que os polifenóis e flavonoides da alcachofra podem ter efeitos anticancerígenos, impedindo o crescimento de células cancerosas.

iStock

Consumo Ideal: A forma cozida melhora a absorção dos compostos bioativos. A dose diária recomendada para o extrato seco é de 500 mg, e para chá, 30 g por litro.

iStock

Riscos e Contraindicações: Gestantes e mulheres amamentando devem evitar fitoterápicos com alta concentração de alcachofra. Pacientes em tratamento com diuréticos devem consultar um médico.

iStock

Suplementação: O uso de fitoterápicos de alcachofra deve ser recomendado por um nutricionista ou médico para garantir a segurança e eficácia.

iStock

Para mais informações, acesse VivaBem.

iStock
Publicado em 14 de junho de 2024.