Desincha, elimina líquido e hidrata: os benefícios da melancia à saúde

Por Samantha Cerquetani

Além de deliciosa, a melancia é uma fruta com vários benefícios à saúde. Ela pode ser consumida in natura para manter todos os nutrientes, ou em sucos sem açúcar.

iStock

Hidratação Corporal: Composta por cerca de 90% de água, a melancia ajuda a manter o corpo hidratado, influenciando positivamente na temperatura, prevenção de infecções e fornecimento de nutrientes.

iStock

Redução de Riscos Cardiovasculares: Magnésio, potássio e citrulina presentes na melancia contribuem para a redução da pressão arterial, expansão dos vasos sanguíneos e controle do colesterol, diminuindo os riscos de doenças cardíacas.

iStock

Fortalecimento da Imunidade: Rica em vitaminas e minerais, a melancia reduz deficiências nutricionais, aumentando a imunidade. A vitamina C fortalece o sistema imunológico e o licopeno reduz o estresse oxidativo.

iStock

Saúde Visual: Antioxidantes como beta-caroteno, luteína e zeaxantina protegem os olhos, prevenindo catarata e degeneração macular, destacando a importância da vitamina A.

iStock

Melhora da Digestão: Composta por água e fibras, a melancia auxilia na digestão, estruturando o bolo fecal e prevenindo a constipação, tornando-se benéfica para o trato digestivo.

iStock

Contribuição para o Funcionamento Cerebral: Propriedades antioxidantes combatem radicais livres, melhorando a memória e processos cognitivos. O fósforo e as vitaminas do complexo B protegem a função neurocerebral.

iStock

Propriedades Diuréticas: Devido à alta quantidade de água, a melancia possui efeito diurético, beneficiando pessoas com retenção hídrica e inchaços, além de prevenir a formação de cálculos renais.

iStock

Estudo sobre Diminuição de Inflamações: O licopeno e a vitamina C na melancia têm sido associados à redução de inflamações e estresse oxidativo, de acordo com pesquisas com cobaias.

iStock

Possível Prevenção do Câncer: Pesquisas indicam que o licopeno pode contribuir para a prevenção de cânceres, como próstata e do sistema digestivo, enquanto a cucurbitacina E na melancia pode diminuir o risco de tumores.

iStock

A melancia é versátil e pode ser consumida em saladas, pudins, smoothies, bolos, geleias, doces, sorvetes e até como molho de massas ou em espetinhos de churrasco.

Getty Images

A melancia é considerada segura, mas seu alto índice glicêmico requer moderação em pessoas com diabetes. A consulta com um nutricionista é recomendada.

iStock

Ao escolher a melancia inteira, atente-se à casca sem manchas escuras, com verde e manchas amareladas. Caso compre cortada, certifique-se da refrigeração e embalagem adequada. Após cortada, a melancia deve ser armazenada na geladeira.

iStock

Para mais informações, acesse VivaBem.

iStock
Publicado em 27 de dezembro de 2023.