Estes são os 10 lugares mais assustadores do mundo; saiba por quê

Por Nossa

Bem-vindo a uma jornada pelos lugares mais horripilantes do mundo! Nestes destinos, cobras, esculturas sinistras, e até mesmo ossos se transformam em atrações turísticas únicas, desafiando os limites do convencional.

Martin Gray/National Geographic Creative

A Igreja de São Jorge em Luková, República Tcheca, apresenta uma instalação de fantasmas feitos de gesso nos bancos da capela, criando uma atmosfera mal-assombrada após ser abandonada por mais de 40 anos.

Reprodução/Instagram@milanriskyfotograf

O Jardim de Esculturas Veijo Rönkkönen na Finlândia exibe cerca de 500 esculturas de concreto, incluindo figuras macabras com olhos afundados e sorrisos decorados com dentes humanos reais.

Sino Yu/Creative Commons

A Ilha da Queimada Grande, conhecida como "Ilha das Cobras" no Brasil, é habitada por cerca de dois mil espécimes da perigosa jararaca. A visitação é restrita a cientistas autorizados.

Divulgação/Pesca com Bill

As Catacumbas dos Capuchinhos em Palermo, Itália, exibem restos mortais mumificados, incluindo uma "múmia mais bonita do mundo", a menina Rosalia Lombardo, que parece estar dormindo.

Gmihail/creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/rs/deed.en/

Em Sagada, Filipinas, os habitantes suspendem caixões em paredões rochosos, uma tradição que remonta a milhares de anos, criando uma paisagem única e impressionante.

holgs/Getty Images

A "Isla de las Muñecas" no México é repleta de centenas de bonecas penduradas em árvores, criadas para afastar maus espíritos. A ilha se tornou um local sinistro, reconhecido pela Unesco como Patrimônio da Humanidade.

Karpinico/Creative Commons

A Colina das Cruzes em Siauliai, Lituânia, é um local de peregrinação cristã, com mais de 100 mil cruzes, simbolizando rebeldia contra ocupações estrangeiras.

Sofia Andersin/Getty Images

A aldeia de Nagoro, Japão, apresenta mais de 350 espantalhos criados pela artesã Tsukimi Ayano para substituir os moradores que se mudaram ou faleceram.

Thomas Peter/Reuters

O Ossuário de Sedlec, uma pequena capela em Kutná Hora, República Tcheca, exibe decorações feitas com mais de 40 mil restos humanos, incluindo candelabros e querubins.

bhidethescene/Getty Images

O Hospital Beelitz-Heilstätten, na Alemanha, foi um sanatório para tuberculose e um hospital militar soviético. Parte do complexo está abandonada, criando uma atmosfera macabra.

senorcampesino/Getty Images/iStockphoto

Para mais informações sobre cada um desses lugares, acesse Nossa.

FlyingCrimsonPig/www.flickr.com/photos/97546353@N06/20047180016
Publicado em 18 de janeiro de 2024.