Nova dívida do Corinthians de Augusto Melo é revelada após saída de goleiro

Por UOL Esporte

O Corinthians liberou o goleiro Cássio, um dos maiores ídolos do clube, sem qualquer compensação financeira, assumindo ainda uma dívida de R$ 3 milhões.

Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Cássio tinha contrato com o Corinthians até dezembro de 2024, mas antecipou a rescisão para jogar no Cruzeiro. A multa rescisória para clubes brasileiros era de mais de R$ 150 milhões.

Rodrigo Coca/Corinthians

Apesar da multa elevada, o Corinthians abriu mão de 100% do valor, permitindo ao Cruzeiro levar Cássio de graça.

Gustavo Aleixo/Cruzeiro

A dívida de R$ 3 milhões do Corinthians com Cássio não foi perdoada nem usada como compensação pela liberação do jogador

Fotobairesarg/Agif

No acordo, o Corinthians se comprometeu a pagar R$ 1,39 milhão a Cássio em verbas rescisórias, salário, férias e 13º salário, em 12 parcelas de R$ 116,58 mil.

Thiago Ribeiro/Agif

O clube também se comprometeu a pagar uma pendência de R$ 1,61milhão referente ao FGTS de Cássio, em 12 parcelas de R$ 134.250, com prazo final até 31 de dezembro de 2025.

Alexandre Schneider/Getty Images

Cássio jogou 712 partidas pelo Corinthians em 12 anos, conquistando nove títulos e tornando-se um ídolo do clube.

Reinaldo Campos/AGIF

Carlos Miguel substituiu Cássio no gol, mas já informou aos dirigentes que deixará o clube em julho, transferindo-se para o Nottingham Forest, da Inglaterra.

ALAN DEYVID/PERA PHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O Nottingham Forest vai pagar a multa rescisória de 4 milhões de euros por Carlos Miguel.

Ettore Chiereguini/Agif

O Corinthians, que detém 80% dos direitos econômicos de Carlos Miguel, deve receber R$ 18,4 milhões com a venda do goleiro.

Thiago Ribeiro/Agif
Publicado em 12 de junho de 2024.