Nada de segunda chance: veja multas que já suspendem sua CNH

Por Gustavo Fonseca

A suspensão da CNH pode resultar em um período de até 2 anos sem dirigir.

Divulgação

A suspensão pode ocorrer por acúmulo de pontos na CNH em 12 meses ou por infrações autossuspensivas.

iStock

São infrações que preveem a suspensão da CNH como penalidade direta e são consideradas perigosas e caras.

Fernando Donasci/Folha Imagem

Dirigir alcoolizado, recusar-se a fazer teste de álcool ou conduzir veículo sem exame toxicológico são alguns exemplos.

Leandro Ferreira/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Dirigir ameaçando pedestres ou outros veículos, disputar racha e realizar manobras perigosas também resultam na perda da CNH.

Chris Ryan/ iStock

Deixar de prestar socorro em acidente com vítima, Forçar passagem durante ultrapassagem e transpor bloqueio viário policial sem autorização também são infrações autossupensivas.

GENE BLEVINS/REUTERS

Transitar em velocidade 50% superior à máxima permitida, dirigir moto sem capacete e usar veículo para perturbar a circulação na via, também.

Getty Images/iStockphoto

O tempo de suspensão varia de 2 a 8 meses, podendo aumentar para 8 a 18 meses em casos de reincidência.

Divulgação

Além da suspensão, as infrações autossuspensivas resultam em multas altas, muitas vezes multiplicadas por fatores que aumentam o valor.

Pollyana Ventura/Getty Images/iStockphoto

Para saber mais, acesse UOL Carros.

Divulgação
Publicado em 04 de julho de 2024.