Suga açúcar do sangue, emagrece e melhora hálito: os benefícios do jiló à saúde

Por Samantha Cerquetani

Fruto de sabor amargo, o jiló é rico em nutrientes como vitaminas, minerais e antioxidantes.

Bruno Miranda/Folhapress

Valor Nutricional: Baixo teor calórico, com apenas 27 calorias em 100g, e rico em água, fibras, vitaminas A, C e do complexo B, além de minerais como cálcio, ferro, potássio e magnésio.

Getty Images/iStockphoto

Principalmente cultivado no sudeste do Brasil, especialmente no Rio de Janeiro e Minas Gerais.

iStock

Auxílio na Perda de Peso: Rico em água e fibras, proporciona saciedade e pode ajudar na perda de peso quando combinado com uma dieta equilibrada e exercícios físicos.

iStock

Combate ao Mau Hálito: O sabor amargo estimula a produção de saliva, combatendo a halitose e mantendo o hálito fresco.

iStock

Tratamento da Anemia: Fonte de ferro, pode auxiliar no tratamento da anemia ferropriva, aumentando os níveis de ferro no organismo.

iStock

Regulação da Pressão Arterial: Rico em potássio, ajuda a baixar a pressão arterial, regulando os níveis de sódio no sangue.

iStock

Benefícios Cardíacos: O potássio e a vitamina B1 contribuem para o bom funcionamento do coração, enquanto os antioxidantes combatem radicais livres e reduzem o colesterol ruim.

iStock

Saúde da Pele: Antioxidantes e água mantêm a pele hidratada e combatem o envelhecimento precoce, além de possuir propriedades antifúngicas e antibacterianas.

iStock

Controle do Diabetes: As fibras ajudam a regular a absorção de glicose, contribuindo para controlar os níveis de açúcar no sangue.

iStock

Riscos e Contraindicações: Pode causar alergias em algumas pessoas e deve ser consumido com moderação por quem tem excesso de ferro no organismo ou sofre de diarreia.

iStock

Formas de Consumo: Pode ser consumido cru ou cozido, em saladas, refogados, sucos ou acompanhando outros pratos, evitando frituras para preservar seus benefícios.

Getty Images

Redução do Sabor Amargo: Deixar o jiló de molho em água com sal antes de cozinhar ou fatiar, salgar e escorrer podem diminuir seu sabor amargo, tornando-o mais palatável.

iStock

Para mais informações, acesse VivaBem.

Bruno Miranda/Folhapress
Publicado em 15 de março de 2024.