Elimina colesterol e absorve açúcar do sangue: os benefícios do milho para a saúde

Por Samantha Cerquetani

O milho é um cereal amplamente cultivado e presente na culinária caipira e festas juninas, sendo conhecido por sua versatilidade em diversas receitas doces e salgadas.

Reprodução

Existem cerca de 150 espécies de milho, com diferentes cores, formatos e tamanhos. Além de ser um alimento humano, algumas variedades são destinadas à ração animal, xaropes e álcool.

iStock

Rico em fibras, carboidratos, proteínas e vitaminas do complexo B, o milho mantém sua casca durante o processamento, proporcionando benefícios à saúde.

iStock

Com aproximadamente 96 calorias em 100g de milho cozido, é uma fonte energética que contribui para a dieta, sendo acessível e indicado para todas as faixas etárias.

Mariana Pekin/UOL

O milho contém carotenoides como luteína e zeaxantina, que agem como antioxidantes, protegendo as células da retina e prevenindo a degeneração macular, especialmente em idosos.

iStock

As fibras presentes no milho favorecem o trânsito intestinal, aumentam o bolo fecal e ajudam na manutenção da microbiota, proporcionando uma melhoria no funcionamento do intestino.

iStock

O magnésio presente no milho auxilia no relaxamento muscular, enquanto o ácido fólico regula neurotransmissores, como a serotonina, contribuindo para o bem-estar e controle do estresse.

iStock

As fibras alimentares do milho ajudam a reduzir o colesterol LDL, impedindo sua absorção no intestino delgado e promovendo a eliminação pelas fezes.

iStock

Com baixo índice glicêmico, o milho libera glicose de forma lenta, sendo benéfico para o controle glicêmico, sendo uma opção favorável para pessoas com diabetes.

iStock

Os carotenoides presentes no milho atuam como antioxidantes, protegendo as células do organismo contra radicais livres e fortalecendo o sistema imunológico.

Getty Images/iStockphoto

Originada de uma variedade especial de milho, a pipoca pode ser uma opção saudável de lanche, mas deve ser preparada com moderação, evitando excesso de sal, açúcar e gorduras.

Getty Images/iStockphoto

O milho pode ser consumido de diversas maneiras, como em farinhas, pães, bolos, sorvetes, polentas, sucos, refogados e assados, destacando-se por sua presença em receitas típicas brasileiras.

Getty Images/iStockphoto

Consumir o milho com moderação é essencial, especialmente para aqueles com deficiências de ferro e zinco, devido à presença de ácido fítico. Pessoas alérgicas ao milho podem apresentar problemas digestivos.

iStock

Prefira o milho in natura, cozido ou na espiga, pois o milho enlatado perde nutrientes. Evite adicionar substâncias gordurosas em excesso, como manteiga e óleo, para manter os benefícios do alimento.

Getty Images/Westend61

Para mais informações, acesse VivaBem.

Divulgação/Philips Walita
Publicado em 24 de novembro de 2023.