Alivia a menopausa, reduz colesterol: os benefícios de comer edamame

Por Thais Szego

O edamame, originário da soja, recebeu seu nome no Japão, significando "ramo de feijão".

iStock

Rico em nutrientes, o edamame é considerado um "superalimento" com apenas 119 kcal em 100 gramas.

iStock

Proteína para Saciedade: Contém 11,9 g de proteína, promovendo saciedade, auxiliando na massa muscular e beneficiando articulações, ossos, pele e cabelos.

iStock

Fibras e Saúde Intestinal: Com 5,2 g de fibras em 100 g, o edamame melhora o funcionamento intestinal, combate o colesterol LDL e prolonga a sensação de saciedade.

iStock

Vitaminas Essenciais: Destaque para a vitamina A (15 mcg), complexo B (0,1 mg) e vitamina C (6,10 mg), contribuindo para visão, energia corporal e sistema imunológico.

iStock

Ação Antioxidante: O edamame possui intensa ação antioxidante, combatendo radicais livres que causam envelhecimento precoce e podem desencadear câncer.

iStock

Ômega 3 e Ácido Fólico: Rico em ômega 3, beneficia a saúde cardíaca, e o ácido fólico é vital para a formação de hormônios reguladores do humor, sono e apetite.

iStock

Alívio de Sintomas Femininos: Ajuda a amenizar efeitos da TPM e menopausa devido à presença de isoflavona, embora não seja recomendado para alérgicos à soja.

iStock

Cuidados na Tireoide: Pessoas com problemas na tireoide devem consultar médico ou nutricionista, pois a isoflavona pode afetar a liberação de hormônios dessa glândula.

iStock

Versatilidade na Culinária: Consumido apenas os grãos, o edamame é versátil, podendo ser preparado com diversos temperos e incorporado em várias receitas.

iStock

Modo de Consumo: É necessário retirar os grãos da casca; frequentemente consumido como aperitivo, mas também pode ser incluído em saladas, carnes, purês, tortas e outras receitas.

Divulgação

Preparo Tradicional com Sal: Embora os valores citados se refiram ao edamame cozido sem sal, é comum prepará-lo como aperitivo temperado.

iStock

Considerando seus benefícios, o edamame é recomendado para consumo contínuo, proporcionando uma dieta rica em nutrientes.

iStock

Para mais informações, acesse VivaBem.

iStock
Publicado em 22 de fevereiro de 2024.